Anvisa manda recolher autotestes de covid-19

Imagem: Reprodução/Twenty20photos/Envato Elements)

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou o recolhimento de autotestes para a covid-19 de duas marcas nesta semana: o Autoteste Covid-19 Isa Lab e o Teste Covid meuDNA PCR-LAMP Autocoleta de Saliva, da empresa Empreendimentos Pague Menos S/A.

“É importante ressaltar que, até o momento, não existe nenhum produto aprovado pela Anvisa como autoteste, ou seja, para uso por usuários leigos”, informou a agência, em nota. Dessa forma, testes de antígenos, que são feitos em casa, não podem ser comercializados e estão proibidos no Brasil.

Através da Resolução nº 210, a Anvisa determinou recolhimento e as suspensões do Autoteste Covid-19 Isa Lab na terça-feira (25). Na Resolução nº 213, publicada nesta quarta-feira (26), a agência estabeleceu o recolhimento dos autotestes da empresa Pague Menos.

Vale especificar que, no caso do Isa Lab, a Anvisa informa que o autoteste é “comercializado por empresa não regularizada”. No momento, “os casos seguem em avaliação e as infrações serão apuradas em processos administrativos próprios, nos termos da Lei 6.437/77”, informou a agência.

Autotestes ainda não foram liberados

Vale lembrar que o Ministério da Saúde já pediu a autorização desse tipo de teste para a covid-19. No dia 19 de janeiro, a Anvisa adiou a decisão de aprovar (ou não) o exame de antígenos, argumentando que faltavam detalhes sobre a política pública que será adotada para quem testar positivo.

Agora, a Saúde deve apresentar mais detalhes sobre a iniciativa de combate ao coronavírus. Equanto isso não ocorre, a venda de autotestes para a covid-19 não é autorizada.

Fonte: Anvisa  

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.