SC tem lista de espera para leitos de UTIs infantis

Divulgação

Santa Catarina já tem lista de espera para ocupação de leitos de UTIs infantis em todas as regiões do Estado. A rede pediátrica de saúde passa por uma sobrecarga por conta do aumento no número de casos de síndrome respiratória em crianças e, atualmente, acumula 11 pacientes na fila, segundo a Secretaria do Estado da Saúde.

As vagas disponíveis são cinco vezes menores do que as solicitações atuais. Nesta segunda-feira (23), há apenas dois leitos disponíveis em Santa Catarina, ambos na região do Vale do Itajaí, de acordo com o painel da secretaria. O restante do Estado segue com ocupação de 100% na pediatria.

Apesar disso, todos os pacientes estão sendo acompanhados por profissionais enquanto aguardam uma vaga, segundo o que informou a pasta.

O processo de ocupação das UTIs acontece de acordo com a região onde se localiza a criança, e por esse motivo a demora na fila pode ser maior. Em caso de emergência e falta de leitos nos locais, o Estado aluga UTIs particulares para prevenir que os casos se agravem ainda mais.

Por conta da situação, Santa Catarina reforçou a recomendação do uso de máscaras no Estado e pediu atenção à vacinação contra a gripe, incluindo crianças de seis meses a menores de cinco anos, gestantes, puérperas e idosos, e ressaltou os resultados positivos da imunização contra a Covid-19.

Os dados de Santa Catarina mostram que 12 crianças – de zero a 11 anos – já morreram por doenças respiratórias no Estado. Dessas, 10 foram por conta da Covid-19 e outras duas por Influenza A e H3N2.

Segundo a secretaria, o Estado está em contato direto com os hospitais que possuem leitos pediátricos para ampliar o número de vagas disponíveis, além de estar abrindo novos leitos infantis em UTIs adultas. A orientação é de que as famílias procurem, em um primeiro momento, os postos de saúde para terem um diagnóstico e tratamento inicial adequado, o que diminuirá a necessidade de um leito de UTI.

UTIs neonatais

Santa Catarina tem 10 leitos de UTIs neonatais disponíveis – o que representa uma ocupação de 95,24%. Desse total, seis vagas estão na região do Planalto Norte e Nordeste, uma na Grande Florianópolis e outra no Vale do Itajaí.

Com informações do NSCTotal

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.