Saúde do coração: Entenda alguns sinais para ficar em alerta

Consultas regulares ao médico cardiologista são fundamentais para a saúde do coração (Banco de imagens/ Freepik)

Entenda como identificar sintomas e buscar o melhor tratamento.

Muitas vezes o coração dá sinais sutis e difíceis de associar com doenças cardíacas, são sintomas pouco conhecidos e que podem ser confundidos com outros problemas comuns.
De acordo com a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), mais de 230 mil pessoas morreram por doenças cardiovasculares no ano de 2021, a maior parte das vítimas está na faixa etária de 70 e 79 anos.
Por isso é importante estar atento aos sinais do corpo e buscar orientação médica quando algo não vai bem. Confira a seguir 5 sintomas para ficar em alerta:


Dores do pescoço e maxilar


Esses são dois sinais importantes e que podem estar ligados à obstrução de artérias e evoluir para um infarto de miocárdio.


Dores e inchaço nas pernas


Pernas inchadas e dores constantes podem ser sintomas de problemas de coração, mais especificamente, de insuficiência cardíaca. Eles aparecem quando os músculos do coração não dão conta de bombear o sangue com pressão suficiente para todo o corpo.


Dores no peito


Quando a dor é localizada no meio do peito e se apresenta em forma de aperto, pressão, desconforto, ardor, pontada ou choque, ela pode ser resultado da redução de sangue no coração, o que altera o funcionamento do órgão.


Tonturas e desmaios


Tonturas e desmaios são sintomas comuns de quem possui doenças cardiovasculares, isso ocorre quando há diminuição do fluxo sanguíneo para o cérebro.

Fadiga constante


Quando se tem insuficiência cardíaca é comum sentir falta de ar ao realizar atividades simples, como caminhar, é um sinal de que o coração não consegue bombear o sangue eficientemente.


Fatores de risco


Os fatores de risco para doenças cardiovasculares são todas as condições que aumentam as chances de uma pessoa desenvolver uma patologia no coração ou nos vasos sanguíneos. Alguns deles são modificáveis, ou seja, podem ser prevenidos e, até, evitados. Outros, não há como controlar, por isso, são conhecidos como irreversíveis.

Conheça alguns:

  • Pressão alta descontrolada;
  • Colesterol alto;
  • Diabetes descontrolada;
  • Obesidade;
  • Alimentação rica em gorduras ou açúcar;
  • Sedentarismo.

Prevenção


Cuidar e prevenir são ações fundamentais para proteger o coração e garantir que ele funcione bem e com a força que precisa. Para isso, é importante: 

  • Ter uma alimentação saudável, com verduras, legumes e frutas;
  • Praticar exercício físico de forma regular;
  • Ter um tempo livre para relaxar, meditar e fazer coisas que dão prazer;
  • Consultar regularmente o médico cardiologista;
  • Fazer check-up de exames do coração.
    Com a consulta regular ao médico cardiologista, é possível evitar as temidas doenças do coração. Com esse auxílio, é possível ter uma vida saudável e menos propensa a desenvolver condições sérias de saúde.

Fonte: O Liberal

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.