Dan Burstein – Por Henrique Córdova

Burstein publicou uma série de textos em que Dan Brown se fundamentou para escrever o famoso “O Código Da Vinci”, sucesso de venda em todo o mundo e discutido por todos os que se interessam pelos credos religioso, sobretudo cristãos. Da leitura atenta desses textos, conclui-se que Brown , em seus livros, privilegia a ficção e não respeita limites factuais e históricos .
O livro, já cansei de dizer, é de uma excelente e fascinante leitura. Não é em vão , que hoje é lido e discutido no mundo todo. Até agora, não li , contudo , qualquer apreciação valorativa da obra . Parece-me que a imaginação deve ter como limite a verdade e ninguém está autorizado a falsifica-la para vender livros. Caso contrário, destruir-se-á a história .

“Anjos e Demônios ”

Outro livro de Dan Brown de leitura fácil e agradável . Nele revela a existência , no passado , de uma organização secreta de homens de saber que não aceitavam o conservadorismo repressivo da Igreja , em razão do progresso científico.
Os “Iluminati” , como eram chamados os membros da sociedade, infiltrados nas lojas maçônicas, reuniam-se em pleno coração de Roma e alimentavam o propósito de destruir a Igreja .
O personagem Robert Langdon, professor de simbologia religiosa em Harvard, é comum ao

“O Código Da Vinci”.
A trama é bem urdida e leva o leitor às madrugadas para concluir a leitura .
Quatro cardeais (“i preferiti”),candidatos a Papa, são cruelmente assassinados e marcados a fogo com ambigramas representativos dos elementos: água, ar, fogo e terra.
Além de Langdon, tipo de Indiana Jones, com peripécias inverossímeis, há outros personagens, como Leonardo Vetra, o padre cientista, que quer conciliar ciência e religião ; Carlo Vantresca, o Camerlengo, que quer salvar a Igreja do perigo do avanço científico e o maravilhoso, mas maquiavélico , Cardeal Mortati.
“Anjos e Demônios” tem a mesma matriz que “O Código …” Também é obra de ficção, que abusa dos fatos e da história.

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.