in

AMAP defende a isenção dos 17% sobre os insumos agrícolas para os produtores

Nesta última segunda (25) a nova diretoria da AMAP participou da reunião da DIAT – Administração Tributária em Florianópolis sobre os Impactos dos Decretos 1.866 e 1.867 sobre a Cadeia produtiva da Maçã no Estado de Santa Catarina juntamente e o corte de 17% na isenção dos insumos agrícolas!

Estavam presentes na reunião Excelentíssimos Senhores Sr. Paulo Eli – Secretário da Fazenda do Estado de Santa Catarina, Sr. Ricardo de Gouvêa – Secretário da Agricultura e da Pesca do Estado de Santa Catarina.Vimos que esse decreto foi assinado pois a pressão do ministério público é muito grande em cima do governo, pois alegam que como pode o governo isentar um produto que envenena as pessoas.

Foi entregue o ofício em anexo com os impactos que irá acarretar diretamente no lucros dos produtores.

Participaram com a ABPM, Secretária da Agricultura de São Joaquim e Secretaria da Agricultura de Bom Jardim da Serra, atentos e inteirados ao assunto e a AMAP com muito empenho os em defesa ao interesses dos produtores.

Haverá, em breve, uma outra reunião para a busca de uma solução mais prática para o assunto.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Carmen Zanotto busca alternativas para manutenção da Ponte das Goiabeiras

Deputada convida Ministro do Turismo para a Festa da Maçã em São Joaquim