Frio provoca o efeito Pó de Diamante na Serra Catarinense – Caminhos da Neve

A Serra Catarinense obteve mais um marca negativa no amanhecer desta sexta-feira (21) dia que marca o solstício de Inverno no Hemisfério sul. Com a marca negativa os campos de baixadas amanheceram encobertos por uma fina camada de gelo.

No Vale do Caminhos da Neve, há 3km do centro de São Joaquim as gramíneas e plantas apresentaram um efeito curioso denominado de Pó de Diamante que é é o fenômeno meteorológico que ocorre com frequência nas regiões mais frias (principalmente polares). É formado por cristais de gelo muito finos, também conhecidos como prismas de gelo, que cintilam ao refletir a luz.

A menor temperatura foi registrada na cidade de Bom Jardim da com -3,6 B.Jardim, em São Joaquim a temperatura ficou na casa dos -3,3ºC.

Veja as Imagens:

 

Imagens do Vale do Caminhos da Neve – Mycchel Legnaghi


Já se somam 23 dias com geada e 6 dias com marcas negativas em 2019/SC.

 

Mínimas abaixo dos 4°C

-3,6 B.Jardim/F.Keiser
-3,5 Painel/G.Hugen
-3,3 S.Joaquim/F.K
-0,7 Urupema*
0,3 Urubici/F.K
2,2 Curitibanos/UFSC*
2,4 Fraiburgo*
3,3 Frei Rogério*
3,4 Vargem*
3,7 Lages*

10,5 Florianópolis*

*Epagri

RONALDO COUTINHO/PITER SCHEUER


 

Invernadinha teve a menor temperatura de São Joaquim

No Vale da Invernadinha, há cerca de 17km do centro de São Joaquim foi onde a temperatura se apresentou de forma mais rigorosa, os sensores da Estação Keiser assinalaram -3.3ºC provocando um belíssimo espetáculo branco. Conforme se vê pelas imagens enviadas pelo Darlan Alves:

Imagens do Vale da Invernadinha – Darlan Alves

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.