in

O histórico de desenvolvimento da Copema com o apoio da EPAGRI

No dia 16 de julho de 2012, foi fundada a primeira cooperativa de produtores do município de Urupema na Serra Catarinense, a Coopema – Cooperativa Agropecuária de Urupema. A Coopema é composta por 24 associados, em sua maioria agricultores familiares, que têm como principal atividade e fonte de renda a produção de maçãs, com pomares localizados a altitudes entre 1.000 e 1.400 metros acima do nível do mar, numa região caracterizada pelo clima frio de altitude favorável a produção de maçãs de qualidade.

A Epagri através do Escritório Municipal de Urupema, participou ativamente do processo de organização e desenvolvimento da maturidade do grupo Coopema, promovendo reuniões técnicas, treinamentos, encontros, excursões entre outras ações antes da fundação da cooperativa. Trabalho este visando sensibilizar, motivar e fortalecer o grupo de fruticultores do município quanto à importância do cooperativismo e a oportunidade de melhorar a rentabilidade da cultura da maçã, através da maior participação no mercado pela venda direta as Centrais de Abastecimento e distribuidores de frutas no Brasil.

Este trabalho de orientação e capacitação continua sendo realizado ativamente, pois a Coopema faz parte do planejamento do Projeto Técnico de Fruticultura da Epagri e do Projeto Gestão de Negócios e Mercado desde 2011 como grupo organizado apoiado. A Coopema está mapeada para participar do Projeto Mais Gestão, convênio firmado entre a Epagri e a Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural que visa aprimorar a Gestão de organizações da Agricultura Familiar.

Após a fundação da cooperativa, em 2012, o grupo fez a aquisição de estrutura física de uma empresa privada que havia encerrado suas atividades no município de Urupema. Porém, essas instalações, que consistiam em um terreno com galpão e câmaras frigorificas, estavam sem condições de operação. Existia a necessidade de aquisição de máquinas, equipamentos para a classificação e embalagem das maçãs, também a reforma e modernização das câmaras frigorificas para armazenagem de maçã.

A Epagri entre 2016 e 2017 elaborou um Plano de Negócios com análise de viabilidade financeira e um Projeto Estruturante que após longo tramite foi aprovado pelo Programa SC Rural (Governo do Estado de Santa Catarina e Banco Mundial – BIRD), aportando R$ 400.000,00 (apoio financeiro não reembolsável) para parte dos investimentos. A Epagri também elaborou um Projeto de Crédito Rural no valor de R$ 580.00,00 com recursos do Pronaf Agroindústria com juros de 5,5% ao ano, junto ao SICOOB agencia Urupema, viabilizando os investimentos necessários para o início das operações da Cooperativa.

Neste ano, fevereiro 2018, a Coopema iniciou suas atividades, as maçãs estão sendo classificadas e embaladas no packing house da Cooperativa e comercializadas com a marca “COOPEMA”. A maçã categoria I está sendo embalada com o nome “Maçãs Urupema”; a categoria III é identificada por “Maçãs Sincelo”; há ainda uma terceira caixa chamada de “Maçãs Campos de Altitude”, onde são embaladas maçãs de menor calibre. Com o início do funcionamento da cooperativa, já foram criados 15 empregos diretos, nas diversas funções internas no packing house.

Para a comercialização da safra foi contratada uma empresa especializada e os resultados têm sido satisfatórios, tanto na remuneração pelo produto quanto em visibilidade da Coopema, já em âmbito nacional. Entre os meses de Fevereiro e Março deste ano, as “Maças Urupema” e as “Maçã Sincelo” já alcançaram mercados nos Estados de SP, MG e MA, trazendo um diferencial de receita 15% acima dos valores pagos aos pequenos produtores que comercializam suas safras isoladamente.

 

Para o atual extensionista rural da Epagri no município e eng. Agr. Cristian Lemos de Medeiros, muitas dificuldades e obstáculos foram encontrados pelo caminho para que se concluísse mais essa etapa e atingíssemos nossos objetivos. Segundo ele, nada disso seria possível sem a persistência dos cooperados que permaneceram, sem o esforço e empenho dos órgãos públicos envolvidos, e pelos agentes financeiros que acreditaram na proposta.

No inicio da formação da cooperativa, o grupo era composto por 53 associados, sendo que todos estavam muito motivados, porém no decorrer do tempo muitos foram desistindo, e hoje o que vemos é um grupo mais consistente e unido, com 24 cooperados. Graças ao apoio de algumas entidades como Epagri, Prefeitura Municipal, Sicoob, Instituto Federal de Santa Catarina e Cidasc, hoje a Coopema está em funcionamento: classificando, armazenando, e comercializando maçãs para outros estados brasileiros”. Destacou Inácio da Cruz de Souza – Presidente da Coopema.

A Prefeitura de Urupema é e continuará sendo parceira das atividades da Coopema, que veio para colaborar no desenvolvimento do município e contribuir para o progresso social dos munícipes. Os resultados confirmam a importância da Cooperativa para a promoção do crescimento de Urupema, tendo em vista que as tendências da atualidade exigem novas formas e alternativas de organização da sociedade. Agradeço a participação de todos os envolvidos para a realização desse objetivo que não foi somente dos cooperados, mas sim de todos aqueles que acreditaram no projeto”. Afirmou Evandro Frigo Pereira – Prefeito Municipal.

A Coopema conta com apoio de outras instituições no município que contribuíram no processo de desenvolvimento da Coopema. Entre essas instituições devemos destacar a Epagri, a Prefeitura Municipal de Urupema, o SC Rural, o Sicoob, o IFSC – Campus Urupema, a Cidasc e o Banco do Brasil.

Com Informações da EPAGRI

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Serra Catarinense recebe Encontro da Família CEJESC em São Joaquim

PREVISÃO DO TEMPO NOS DIAS 3 A 6 DE ABRIL DE 2018 E TENDÊNCIA PARA O OUTONO/MEADOS DO INVERNO 2018.