in

Falta de Investimentos em Rodovia como o Caminhos da Neve poderia estar gerando mais de 400 empregos

Por Jaziel Aguiar

A Rota Caminhos da Neve é fundamental para o desenvolvimento da nossa região. A Bancada Catarinense aprovou R$ 40 Milhões no Orçamento da União de 2019, sendo que R$ 20 Milhões já estão aptos para serem liberados pelo Governo Federal através da rubrica No. 2029.8902.7070 e precisamos muito que a terraplanagem e a pavimentação continuem avançando.

Ponte das Goiabeiras a parte mais desafiadora do trecho

Um dos maiores problemas da nossa região é o caso da logística da maçã. Mais de 85% da Maçã do Brasil é da Região Serrana (Serra Catarinense e Campos de Cima da Serra), sem a pavimentação vários pomares acabam embalando a fruta em Fraiburgo.

Prefeituras da região perdem milhões por não agregar o preço na produção dentro do território municipal. Com a Rota Caminhos da Neve integrada com a BR285 teremos a integração viária entre os Campos de Cima da Serra, Serra Catarinense e o Vale do Araranguá, acesso direto ao Porto de Imbituba, o que permitirá melhor valor agregado, redução de custos logísticos e novas oportunidades de negócios, como é o caso de instalação de Câmaras Frias aqui na nossa região.

Placa de pavimentação do Exército Brasileiro que já abandonou a obra por falta de investimentos do Governo do Estado de Santa Catarina

A deficiência de armazenagem da maçã atualmente está girando em torno de 150 mil toneladas, ou seja, além de acesso ao porto, a Rota Caminhos da Neve também viabilizará a instalação pelo menos 10 a 15 câmaras frias que podem gerar mais de 400 empregos diretos.

Caminhão com carga de maçã passando pela parte esquecida do Caminhos da Neve

Produtores estão refém dos grandes compradores, que pagam menos de R$ 0,70 por quilo. Há registros do valor do quilo da maçã sendo comercializado a R$ 12,99 nos supermercados. As lideranças políticas precisam se empenhar mais em relação a esse assunto, a pavimentação da Rota Caminhos da Neve é sem dúvida uma das principais demandas regionais que precisam ser encarada como prioridade, pois tem reflexos imediatos na qualidade de vida do povo Serrano e no desenvolvimento regional.

Boneco apelidado de “Cantoneiro Moderno” avisa que a estrada acabou próximo à ponte das Goiabeiras em São Joaquim…

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Serra do Rio do Rastro permanece interditada até que estes serviços sejam concluídos

Terneiro cai em Penhasco na Serra do Rio do Rastro e é resgatado com vida pelos Bombeiros