Bate Papo com Fabian Londero falando sobre suas experiências vividas e os desafios no jornalismo televisivo.

Em entrevista à coluna DellaRosa , Fabian Londero que comanda o “NSC Notícias” fala sobre sua carreira, os desafios, as emoções fala das suas percepções sobre as funções do jornalismo, as obrigações do ofício, seus ideais, o comunicador também falou do respeito ao público, e da grande motivação de se fazer jornalismo, com credibilidade.

Fabian Londero comanda o “NSC Notícias”, de Santa Catarina, integrou com muita autoconfiança na transmissão das notícias, que desempenhou com credibilidade durante sua participação no rodízio nas comemorações dos 50 anos do principal telejornal do país. Apaixonado pela profissão, o gaúcho Fabian Londero, 45 anos, construiu uma trajetória profissional significativa e respeitável na área de telejornalismo. No dia 12 outubro, o jornalista representou Santa Catarina na bancada do Jornal Nacional, na ação dos 50 anos do telejornal junto com Aline Ferreira, jornalista do Amapá. Foi um momento histórico para a sua Carreira,  tão sonhado, tão desejado.

Foi de uma enorme satisfação, gratidão, muita emoção, participar disso foi fantástico. A gente estava muito à vontade, foi algo que vou levar para a vida inteira. Desejei que Santa Catarina ficasse orgulhosa porque estava ali representando nosso estado. Era  Santa Catarina no JN”, comemorou Fabian.

DellaRosa: Como se sentiu quando sentou na bancada do maior Telejornal do país para apresentar o Jornal Nacional

Fabian Londero : Senti uma emoção enorme, um frio na barriga quando começou a trilha e anunciaram meu nome. A primeira ” cabeça” era minha, ali me concentrei ao máximo, ali eu não poderia errar, depois disso tudo era consequência.

DellaRosa: Como você conseguiu não demonstrar ansiedade ao apresentar o Jornal Nacional?
Fabian Londero : Porque toda a equipe do JN nos deu suporte, o Bonner e a Renata foram muito carinhosos com a gente, nos passaram segurança.
“Quando eu estava apresentando fiquei muito à vontade, me senti em casa, parecia que eu falava somente para Santa Catarina. Acho que minha alegria venceu o medo”
DellaRosa: Como ser um bom jornalista?
Fabian Londero : Eu diria que primeiro tem que amar o que faz, isso é essencial, o restante a gente aprende lendo e ouvindo. Adoro ouvir pessoas, muito mais do que falar.
DellaRosa: Qual sua maior inspiração na vida?
Fabian Londero: O que me inspira são os vencedores em qualquer situação, quem chega lá me inspira.
DellaRosa: O seu dia a dia da profissão é uma rotina pesada, que chega muitas vezes a muitas horas de trabalho?
Fabian Londero: Sim, é realmente pesado porque não temos feriados por exemplo, rotina em média de 8 horas, mas é claro que depende do dia e do que está acontecendo.
Todos os dias já pela manhã tem toda uma programação e discussão de pautas por exemplo.
DellaRosa: Você teve a coragem, a resistência e a dedicação para ser um repórter de TV/âncora de jornal, não apenas envolve trabalho duro, prazos rígidos e habilidade de conversar com as pessoas mais difíceis, como também pode envolver passar horas e horas dedicado ao trabalho?
Fabian Londero: Sou um cara incansável para trabalhar, não rejeito desafios, ao contrário eles me motivam. Horas de trabalho, se forem recompensadas com um bom material aos catarinenses, são apenas horas de trabalho e não um cansaço.
O que me move é tentar melhorar a vida das pessoas de alguma forma e hoje me sinto feliz, pois recebi milhares de mensagens no meu instagram de catarinenses e gente do Brasil todo dizendo que ficaram eufóricos e orgulhosos com minha participação no JN. Muitos disseram que foi inspirador,…ou seja,  já ganhei o ano de 2019, mas não pensem que bastou … em 2020 quero realizações ainda maiores. Sonhar não custa nada.
DellaRosa: “O nobre da profissão é contar uma boa história e ser compreendido pela pessoa para quem sua matéria é dirigida, como você tem está facilidade de transmitir de uma forma tão natural informação para as pessoas?
Fabian Londero: Com o tempo. A experiência me trouxe isso e o exemplo do Mário Motta também.
DellaRosa: A decisão por seguir a carreira de  Jornalismo foi quando ?
Fabian Londero: Um mês antes do vestibular em SM no RS, eu adorava o Jornalismo , mas a decisão mesmo foi um mês antes, também gostava de educação física.
DellaRosa: Antes de ser jornalista Como era sua vida?
Fabian Londero: Até eu me formar eu fui vendedor de consórcios, vendedor de livros, vendedor de jogos educativos. O último para juntar dinheiro para o Rock In Rio assistir ao show do Guns and Roses, com meu irmão de coração Paulo Mezzomo e meu amigo Mogar Radatz. Já vendi também purificadores de água? Mas depois de me formar , trabalhei na RBS TV Santa Maria como repórter e apresentador do Jornal do Almoço e da REDE Regional de Notícias que existia na época. Em 1997 fui pra RBS TV Florianópolis, onde estou até hoje. São 22 anos de uma linda carreira.
DellaRosa: Como você vê o jornalismo hoje e os desafios na profissão?
Fabian Londero: Vale muito a pena, é uma profissão apaixonante, sem rotina, cheio de surpresas e desafios. O jornalismo passa por mudanças desde a disseminação da internet e dos smartfones, todo mundo pode virar um jornalista a cada segundo. A diferença está na credibilidade do que é levado ao ar, escrito nos jornais ou dito nas rádios ou nos portais dos grupos de comunicação. Nós vivemos somente disso, nós checamos exaustivamente uma informação, e isso nos traz credibilidade junto ao público.
DellaRosa: Conselho para jovens estudantes de jornalismo?
Fabian Londero : Leiam muito, sejam curiosos e sempre que puder escute mais do que fale.

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.