Leclerc celebra ritmo da Ferrari e lava alma com vitória na Áustria

Foto: AFP

Charles Leclerc lavou a alma na casa da rival Red Bull. O monegasco da Ferrari venceu o GP da Áustria deste domingo (10) com direito a três ultrapassagens sobre Max Verstappen, que brigou bastante com os pneus e com o equilíbrio do carro e teve de se contentar com o segundo lugar.

Celebrando bastante com a equipe de Maranello, Leclerc exaltou o bom ritmo da F1-75 na pista de Spielberg, lembrando que as últimas corridas haviam sido bastante complicadas. A vitória, portanto, vinha para confirmar o verdadeiro potencial da Ferrari na temporada 2022 da Fórmula 1.

“Eu realmente precisava disso”, disse um aliviado Leclerc ao final da prova. “As últimas cinco corridas foram incrivelmente difíceis para mim e para a equipe. Finalmente mostramos que o carro tem ritmo, e poder fazer isso é incrível. Temos de pressionar até o fim”, salientou.

Foi uma corrida bastante movimentada nas estratégias de pit-stop, mas dessa vez, a Ferrari arriscou certo e não teve medo de chamar seu piloto aos boxes quando o safety-car virtual entrou em ação na parte final — curiosamente, provocado pelo abandono da outra F1-75, a de Carlos Sainz.

“Foi uma corrida muito boa. No começo, travamos boas brigas contra Max, mas o final foi bastante difícil. Eu tive problemas com o acelerador. Ele ficava preso entre 20% a 30% em velocidades baixas, então foi muito complicado, mas conseguimos ir até o fim e estou muito feliz”, continuou o #16.

Por fim, o monegasco explicou que o problema apareceu quase ao mesmo tempo que o abandono do companheiro de equipe, mas sabia que não era provocado pela unidade de potência. “Eu sabia que não era um problema com o motor porque era o pedal que estava estranho. Felizmente fomos até o final”, concluiu.

Fonte: Grande Prêmio

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.