in ,

Aldo Clênio de Souza se despede do Açougue Paulista após 45 anos trabalhando no ramo em São Joaquim

Um dos personagens mais benquistos de São Joaquim, o Tio Aldo Clênio de Souza de 62 anos, anunciou a sua aposentadoria na noite desta quinta-feira (15) se despediu do Açougue Paulista.

Aldo trabalhou em torno de 45 anos no ramos de carnes, tendo passagem pelo açougue Zabot, mas ficou famoso em São Joaquim pelo trabalho efetuado no Açougue Paulista que recebeu esse nome em homenagem ao seu pai Sebastião Paulista que era natural de São Paulo e iniciou os trabalhos na vila do Pericó.

No dia de hoje o Açougue Paulista foi vendido e não deverá mais operar com o mesmo nome.

Aldo Clênio de Souza - aposentadoria (5)

“Começamos o Açougue Paulista em 1990 no Bairro Martorano com a minha esposa Nazarete, a minha grande companheira até hoje, agradeço aos meus filhos Murilo, Marília e Muriel, ao meu genro Rodrigo, as minhas noras Ana Paula, Taise e os netos Luiz Gustavo e Davi. Anteriormente ao Paulista eu trabalhei no açougue do Zabot com o meu pai e tambem com o senhor Orides Nunes. Foram 45 anos de muito trabalho e dedicação, fora os churrascos, festas de capela e rodeios, declaro por satisfeito do meu trabalho e hoje vou descansar, estou encerrando as atividades como açougueiro hoje no dia 15 de março de 2018. Obrigado a todos!”

Contou Aldo Souza

O ex-açougueiro comemorou a sua aposentadoria junto com os amigos da Perboni de São Joaquim.

Um Comentário

Leave a Reply
  1. Aldo, fico triste por a partir de agora não ter mais a satisfação de ser atendido por você com sua habitual recepção e atenção!! Entretanto fico imensamente feliz por sua aposentadoria, você merece!!!

    Grande Abraço

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Decreto governamental “extingue” cargos das agências e das secretarias desativadas

Professora joaquinense Mari Regina Anastacio recebe menção honrosa Zilda Arns