Reunião da Epagri de São Joaquim Incentivando a Meliponicultura – Criação de Abelhas sem ferrão

A Apicultura é uma atividade de extrema importância para a produção de sub-produtos, como o mel, própolis, pólen, cera e geleia real. No entanto, a sua importância relacionada à Polinização para o incremento da qualidade e produtividade agrícola, pode passar despercebida. 

A apicultura normalmente é associada às ferroadas, e de fato é uma atividade que exige conhecimento e cuidados. Mas visando incentivar a adoção da Meliponicultura (criação de abelhas sem ferrão) como atividade alternativa, com possibilidade de agregação ao Turismo Rural, Educação Ambiental nas escolas do município, bem como com a utilização desses insetos na polinização dos pomares da região e com o objetivo de democratizar os conhecimentos sobre a atividade na Região Serrana, estimulando a adoção da atividade e consequentemente a preservação destes importantes agentes polinizadores, o Engº agrº da Epagri de São Joaquim, Filipe Souza Oliveira realizou uma reunião on-line, com a contribuição de um meliponicultor já na atividade, um pesquisador de fruticultura e apicultura da Epagri de Caçador, fruticultores e apicultores, onde foram explicadas as particularidades inerentes às espécies mais adaptáveis à Região Serrana (mandaçaia, manduri, guaraipo, tubuna, jataí, entre outras) bem como particularidades de manejo, para o fortalecimento da atividade.

À medida em que as pessoas forem aderindo à atividade, o técnico da Epagri pretende avançar em temas específicos, como o preparo de atrativos e iscas para a captura de meliponídeos (abelhas sem ferrão) a campo, utilização de pasto apícola, fornecimento de alimentação suplementar, divisão de famílias para aumento de plantel, entre outros temas. 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.