São Joaquim recebe cestas básicas do Programa Agro Fraterno

Evento do Agro Fraterno em São Joaquim.

 O Sistema FAESC/SENAR-SC e as entidades e organizações que fazem parte do Fórum Permanente do Agro Catarinense realizaram a entrega de mais uma etapa do Programa Agro Fraterno. Dessa vez, produtores e trabalhadores rurais em situação de vulnerabilidade social de São Joaquim receberam as cestas básicas que fazem parte do movimento.

A entrega foi feita pelo presidente Sistema FAESC/SENAR-SC José Zeferino Pedrozo, pelo vice-presidente de finanças e presidente do Sindicato Rural de São Joaquim Antônio Marcos Pagani de Souza, pelo prefeito Giovani Nunes, pela supervisora regional do SENARSC Stephanye Fanton, pela secretária de assistência social do município Marilda dos Santos Rodrigues, entre outras lideranças locais.

Pedrozo lembrou que o Agro Fraterno foi criado neste ano em Brasília pelas entidades do setor e destacou que, apesar das dificuldades, o agronegócio não parou. Reforçou que o setor continuou produzindo alimentos para o Brasil e para o mundo com boa remuneração e com recursos altamente positivos para nossa categoria.

“Não poderíamos deixar de ajudar, juntamente com os nossos irmãos do agro, os produtores e trabalhadores do meio rural afetados pela pandemia. É momento de exercermos a solidariedade e mostrar que estamos juntos também para ajudar na recuperação da renda”, reforçou ao mencionar os cursos gratuitos oferecidos pelo SENAR/SC para auxiliar na qualificação e, consequentemente, no desenvolvimento de novas habilidades profissionais.  

Pagani complementou que a iniciativa tem um significado importante porque permite doar alimentos para quem produz e, que neste momento, não tem condições de sustentar a família. “O agro é responsável por manter a economia do País e também está ajudando pessoas carentes do meio rural. Não tem coisa mais saudável do que poder estender a mão a quem precisa. A entrega das cestas representa um grande gesto de gratidão do Sistema com as pessoas que produzem alimentos, mas que precisam do desse auxílio”.

O Agro Fraterno oportunizou contribuir com vários municípios catarinenses. “Começamos no dia 13 de agosto e seguimos até o momento com doações para famílias de vários municípios do Estado”, conclui Pedrozo. 

PARCEIROS DO MOVIMENTO

O Sistema FAESC/SENAR-SC aderiu ao movimento nacional juntamente com as demais entidades e órgãos que compõem o Fórum Permanente do Agro Catarinense: Organização das Cooperativas (OCESC), Federação dos Trabalhadores na Agricultura (FETAESC), Federação das Cooperativas Agropecuárias (FECOAGRO), Sindicato da Indústria de Carnes e Derivados (Sindicarne), Associação Catarinense de Avicultura (ACAV) e Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural. A Secretaria Municipal de Serviço Social apoiou com a logística de entrega e seleção dos beneficiários.

O Agro Fraterno foi criado pela Confederação Nacional da Agricultura (CNA), juntamente com o SENAR, a Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) e as entidades do Instituto Pensar Agro (IPA).

Representantes do Sistema FAESC/SENAR-SC e lideranças de São Joaquim durante entrega do Agro Fraterno.
Presidente do Sistema FAESC/SENAR-SC, José Zeferino Pedrozo, participou do evento de entrega das cestas básicas.
Presidente do Sindicato Rural de São Joaquim e vice-presidente de finanças do Sistema FAESC/SENAR, Marcos Pagani, durante ato de entrega das cestas básicas.

Por Jornalista Responsável – Marcos A. Bedin 

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.