AVISO METEOROLÓGICO: RONALDO COUTINHO/PITER SCHEUER – ONDA DE CALOR

AVISO METEOROLÓGICO: RONALDO COUTINHO/PITER SCHEUER – ONDA DE CALOR

 

Indicativo de INTENSO CALOR em SC por conta de uma massa de ar tropical com destaque para os setores do Extremo Oeste, Oeste, Meio Oeste, Centro e Planalto Norte onde nestas áreas tem possibilidade de quebra de recorde ou marcas muito próximas poderão ser registradas entre os dias 30 a 02 de outubro.

 

No pico do calor (30 a 02/10/2020)

 

Máximas entre 38/41°C na região de Itapiranga, Caibí e Mondai incluindo o Oeste e Meio Oeste entre 35/38°C (abaixo dos 1000 m) e 32/35°C na região dos Campos de Palmas (Faxinal, Irani e Ponte Serrada). Na região de Curitibanos/Fraiburgo/Santa Cecília e pontos do Planalto Norte, marcas entre 33/36°C. No Topo da Serra entre 30/33°C nas áreas mais quentes. No Litoral Norte, Grande Fpolis e Vale do Itajaí entre 34/37°C (afastada do mar).

 

► Dicas Importantes

 

Evitar o serviço ao ar livre nas horas mais quentes. Consumir bastante água ao longo do dia. Extrema atenção à população mais idosa e crianças em relação a ambientes bem ventilados e muita hidratação, assim como nos animais domésticos. Cuidado com alimentos fora da refrigeração.

 

► Agricultura

 

Manter a irrigação em áreas de lavouras de cebola, alho e hortas comerciais com economia. Verificar se há ou não restrição por temperatura elevada na aplicação de fungicidas, herbicidas e inseticidas. Manter em dia a ventilação/refrigeração nas criações de aves e suínos pois o calor excessivo é fatal para os animais, especialmente as aves. Aprofundar um pouco mais a semente evitando o calor excessivo nos primeiros cm do solo ou retardar em alguns dias o plantio da safra de verão, assim como aprofundar um pouco mais a adubação para estimular o enraizamento mais profundo (ajuda em períodos de veranico). Também evitar de colocar a campo novas mudas frutíferas nestes dias de pico de calor, corre o risco de perde-las.

 

►Piscicultura

 

Em áreas de pouca profundidade poderá ficar muito quente e com pouco oxigênio (aumentar o volume de água).

 

Obs: recordes (ou entre as 3 maiores) de máximas absolutas mensal ou anual poderão ser registrados entre 30/09 a 02/10 de outubro entre o Planalto Norte ao Extremo Oeste e Serra em algumas estações.

 

RONALDO COUTINHO/PITER SCHEUER

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.