Granizo é registrado na região de São Joaquim e deixa fruticultores em alerta

Granizo em São Joaquim - Imagem Olinda Lopes da silva

A chuva da noite desta segunda-feira (20) trouxe uma certa preocupação para os agricultores, da região de São Joaquim, que tiveram o registro de uma queda de granizo próximo as 22h00min deixando o setor da fruticultura em alerta.

A região fronteiriça com o Rio Grande do Sul como Luizinho/Faxinal Preto e a região de Monte Alegre, área mais próxima ao centro da cidade, às marges da SC-114 tiveram a queda de granizo com a duração de cerca de 5 minutos. Na região do Luizinho o granizo caiu como pequenas bolas de gude, mas na região do Monte Alegre elas pareciam maiores que ovos de codorna e assuntou os moradores pela intensidade que elas impactavam contra o telhado das residências.

Granizo nas proximidades de Luizinho/Faxinal Preto – Foto Família Macedo

Ainda não pudemos ver se houve danos maiores nas casas ou no pomares, o telhado da garagem está todo furado, por enquanto está escuro e somente amanhã que poderemos ter uma noção se houve maiores prejuízos, mas de qualquer forma foi assutador, não pela chuva que foi pouca, mas pela intensidade do vento e da pedra que tinha o tamanho maior que um ovo de codorna” Contou a fruticultora Daiane Lopes da localidade de Monte Alegre

Granizo na localidade de Monte Alegre – Foto Olinda Lopes da silva

Para os especilistas na área de fruticultura ainda é cedo para calcular qualquer dano causado pelo granizo, porque as macieiras ainda estão em época de florada: “Agora estamos em período de plena florada e início de queda de pétalas em praticamente todas as regiões, então é difícil ter uma perca significativa e contabilizar danos porque ainda não se definiu a frutificação efetiva. Somente se seja algo de alta intensidade que comprometa as estruturas reprodutivas da planta e ocasione danos em galhos, gemas e flores.” Declarou o Engenheiro Agrônomo Jean Goulart

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.