in ,

Sistema FAESC/SENAR-SC inicia novas turmas do Programa Jovem Aprendiz Cotista em São Joaquim

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR/SC), órgão vinculado à Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (FAESC) iniciou 04 (quatro) novas turmas do programa Jovem Aprendiz Cotista (JAC) nos municípios de Fraiburgo e São Joaquim no mês de fevereiro de 2018, de modo a atender a Lei da Aprendizagem nº. 10.097/2000, regulamentada pelo Decreto nº. 5.598/05. Ao todo, 112 aprendizes entre 14 e 24 anos, foram contratados com carteira assinada por empresas rurais para participação dos cursos de Auxiliar Administrativo e Financeiro e Supervisor Agrícola.

Em Fraiburgo, foi iniciada uma turma de Auxiliar Administrativo e Financeiro, e em São Joaquim duas turmas de Supervisor Agrícola e uma de Auxiliar Administrativo e Financeiro, em parceria com os Sindicatos dos Produtores Rurais de ambos os municípios. O programa busca promover a formação técnico-profissional metódica para ambas as áreas de atuação.

O curso de Supervisor Agrícola possui duração total de 800 horas, sendo 400 horas de teoria (Núcleo Básico e Específico) e 400 horas de Prática Profissional, sendo a prática profissional de responsabilidade das empresas empregadoras. Já o curso de Auxiliar Administrativo e Financeiro possui carga horária total de 960 horas, sendo 480 horas de teoria e 480 horas de prática profissional.

“Essa é uma iniciativa que torna compatível o desenvolvimento físico, moral e psicológico dos jovens. São atendidos, preferencialmente, jovens de baixa renda os quais são capacitados para o ingresso no mercado de trabalho em condições especiais, sem prejuízo da escolaridade formal, por meio de atividades controladas e em ambiente protegido, conforme prevê a legislação vigente”, explica o superintendente do SENAR/SC, Gilmar Antônio Zanluchi.

A coordenadora estadual do programa, Aline Moser Lopes, esclarece que o curso possui até dois anos de duração e que, para garantir que o adolescente cumpra efetivamente os três pilares do processo de ensino aprendizagem: escola, trabalho e formação profissional, a atividade diária é limitada em quatro horas. “É trabalhado com os jovens a aquisição de competências básicas e específicas para o desenvolvimento profissional e educacional”.

O presidente do Sistema FAESC/SENAR-SC, José Zeferino Pedrozo, ressalta que a educação é fundamental para o desenvolvimento do setor. “É prioridade no meio urbano e rural. Investimos, por meio do SENAR/SC, em treinamentos e projetos que estimulam a capacitação e o desenvolvimento dos produtores rurais catarinenses e acreditamos que a educação promove transformações. O Programa Jovem Aprendiz Cotista possibilita a inserção de muitas pessoas no mercado de trabalho”.

 

Por MARCOS A. BEDIN

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

PREVISÃO DO TEMPO NOS DIAS 9 A 12 DE MARÇO DE 2018 E TENDÊNCIA PARA O OUTONO/MEADOS DO INVERNO 2018.

30ª Festa do Pinhão terá Dennis DJ no palco nacional