in

Gincana Solidária do Programa Jovem Aprendiz Cotista de São Joaquim presenteia creches

Crianças de três creches do interior de São Joaquim, na Serra Catarinense, terão um Natal mais do que especial. Eles foram presenteados com as doações da Gincana Solidária promovida no município pelos alunos dos cursos de Auxiliar Administrativo e Financeiro e Supervisão Agrícola do Programa Jovem Aprendiz Cotista (JAC). A iniciativa foi do Sindicato Rural de São Joaquim com a parceria da Secretaria de Educação e o Sistema Faesc/Senar o qual promove o JAC em todo o Estado.

A gincana contou com sete equipes e a participação de 90 estudantes. Ao todo foram arrecadados 160 kg de alimentos não-perecíveis, 6 mil peças de roupas de adulto, criança, calçados e roupas de inverno e 350 brinquedos que foram entregues às creches. A prestadora de serviço em instrutoria do Senar/SC Mayra Midori Furihata uma das responsáveis pela organização da Gincana destacou o engajamento dos estudantes para arrecadar as doações. “A união de esforços fez o sucesso dessa ação. Graças À dedicação das equipes as três creches foram beneficiadas e terão um Natal inesquecível”.

Além da arrecadação, as equipes também participaram de provas práticas que oportunizaram o exercício físico e a diversão aos participantes. Após um mês de atividades, a equipe vencedora foi a lilás, com 34740 pontos. Liander da Silva Padilha fez parte da equipe vencedora e, para ele, foi um momento festivo de integração entre os alunos, mas com a intenção de promover uma ação social por um bem muito maior. “Ver cada sorriso refletido não só no rosto mas na alma daquelas crianças e professores fez com que a gincana se tornasse um momento que ficará eternizado em nossas vidas. Muito mais do que diversão foi um momento especial para todos nós”.

O presidente do Sindicato Rural de São Joaquim Antônio Marcos Pagani de Souza destacou a importância do trabalho em equipe para o sucesso de qualquer que seja a iniciativa. “Os jovens aprendizes estão de parabéns pelo comprometimento e responsabilidade com que encararam essa gincana. Muito além da diversão, eles tiveram a chance de proporcionar um Natal diferente para as creches. O Sistema Faesc/Senar em parceria com o Sindicato Rural sempre tem a preocupação de qualificar profissionais, mas também os envolver em iniciativas de cunho social, contribuindo para um mundo cada vez melhor”.

 

O PROGRAMA

O JAC é desenvolvido em Santa Catarina pelo Sistema Faesc/Senar e tem duração de dois anos. Segundo o superintendente do Senar/SC Gilmar Antônio Zanluchi a intenção é promover a formação técnico-profissional com foco no desenvolvimento físico, moral e psicológico dos jovens. “Atendemos, preferencialmente, pessoas de baixa renda e filhos de produtores rurais, capacitando-os para o ingresso no mercado de trabalho, em condições especiais, sem prejuízo da escolaridade formal, por meio de atividades controladas, em ambiente protegido, de acordo com a legislação vigente”.

O curso de Auxiliar Administrativo e Financeiro possui 960 horas, sendo 480 horas teóricas e 480 horas de prática profissional. No de Supervisão Agrícola com 800 horas, 400 horas práticas e 400 teóricas. Os adolescentes cumprem, durante o programa, os três pilares do processo de aprendizagem – escola, trabalho e formação profissional – dentro dos princípios da proteção integral ao adolescente. A atividade diária é limitada em quatro horas, sendo a carga horária semanal definida com as empresas empregadoras, conforme calendário do curso.

De acordo com o presidente do Sistema Faesc/Senar José Zeferino Pedrozo o Sistema Faesc/Senar tem preocupação com a formação profissional das pessoas do meio rural, mas também atua com foco voltado para a formação pessoal por meio de seus programas e cursos. “Ações como essas nos fazem refletir sobre o sentido da vida e sobre como precisamos uns dos outros para a construção da sociedade em que vivemos. Os aprendizes estão de parabéns por essa iniciativa que, sem dúvidas, deixará boas lembranças a essas crianças”, complementou.

POR MARCOS A. BEDIN

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Ofertas de Natal e Fim de Ano nos Supermercados Econômico,Pim Pão e Poko Preço

MPSC requer devolução de R$ 233,67 milhões por obra não concluída da Ponte Hercílio Luz