in

AMAP vai a Brasília e destaca que é preciso viabilizar melhores condições para os Produtores de Maçã

Na última quarta-feira (21), a diretoria da Associação dos Produtores de Maçã e Pêra de Santa Catarina (AMAP), esteve em audiência no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), com o secretário executivo Marcos Montes, o presidente da Associação de Maçã e Pêra de Santa Catarina (AMAP), juntamente com o Dep. Darci de Matos, o prefeito de São Joaquim, Giovani Nunes, o prefeito de Bom Jardim da Serra, Sérgio Rodrigues de Oliveira, a prefeita de Fraiburgo, Claudete Gheller Mattias para tratar dos pleitos de cultivo e produção comercial de maçãs no estado de Santa Catarina.

A audiência, que foi agendada por intermédio do Dep. Darci de Matos, teve como pauta a liberação de novos registros para novas moléculas de defensivos agrícola, aumento da subvenção federal do seguro agrícola, subsídio para à implantação de coberturas anti-granizo em pomares, além de tratativas que impeçam a entrada da maçã chinesa no mercado interno.

A maçã é um dos destaques do agronegócio catarinense. O estado conta com aproximadamente três mil produtores e uma safra de 623,1 mil toneladas – sendo que 75% desse total é produzido em São Joaquim, considerado o maior produtor da fruta do Brasil. O município é responsável por 35% da produção e da área plantada do Brasil.

Dentre os membros da diretoria da AMAP estiveram presentes na reunião Dioni Pereira (Presidente), Artur Souza (Vice-Presidente) e o Diego Nesi (Diretor-Administrativo).
Destaque-se que a Associação Brasileira dos Produtores de Maçã (ABPM) foi parceira da AMAP em todos os pleitos apresentados, auxiliando para o acontecimento desta audiência e permitindo que se fizesse representada por esta ultima. As duas associações vem trabalhando em conjunto para o desenvolvimento do setor da maçã no estado de Santa Catarina e esta audiência com o MAPA foi mais um passo dado nesta direção.

A Federação da Agricultura do Estado de Santa Catarina (FAESC), na pessoa de seu Vice-Presidente Financeiro, Antonio Marcos Pagani de Souza deu grande suporte durante a audiência, complementando os pleitos com informações importantíssimas, bem como abriu diversas portas para a AMAP junto a Confederação Nacional da Agricultura (CNA), alinhando a possibilidade de a AMAP compor a Comissão Nacional de Fruticultura e o Comitê de Desenvolvimento Rural do Estado de Santa Catarina. O prefeito de São Joaquim, Giovane Nunes também foi de grande importância. Pois, além de participar da audiência, apresentou a diretoria da AMAP para diversos parlamentares catarinenses, como o Senador Jorginho Melo e demonstrou um forte comprometimento com a fruticultura e a economia do município.

Dioni Pereira, presidente da AMAP, também se manifestou, dizendo que “é preciso viabilizar melhores condições para os produtores de maçã de Santa Catarina para que possam produzir um bom fruto e ainda assim obterem lucro para que possam viver com qualidade vida”.

O deputado federal Darci de Matos, que foi um grande parceiro da AMAP nesta audiência destacou a importância e o comprometimento com os pleitos do setor. “A reunião de apresentação das demandas do setor produtivo da maçã de Santa Catarina são muito importantes para os produtores, bem como para a economia do nosso estado, que é referência no Brasil neste segmento. Junto ao Ministério da Agricultura, estou trabalhando em prol das reivindicações do setor”, afirmou.


Participaram também da audiência, o presidente da Associação Brasileira dos Produtores e Exportadores de Frutas (ABRAFRUTAS), Luís Roberto Barcelos, o assessor técnico da Confederação Nacional da Agricultura (CNA), Eduardo Figueiredo Caldas.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Governo entra em acordo e Produtores seguem isentos de ICMS até 31 de dezembro

Homem preso em Bom Jardim da Serra tinha passagem por estupro e lesão corporal