Busca do consumidor por crédito cresce 14,3% em julho, revela Serasa Experian

Busca do consumidor por crédito cresce 14,3% em julho, revela Serasa Experian

Nordeste teve maior variação no período e puxa alta; pessoas com menor renda seguem puxando o índice

São Paulo, 24 de agosto de 2021 – Segundo o Indicador de Demanda do Consumidor por Crédito da Serasa Experian, a procura por recursos pelos brasileiros teve um aumento de 14,3% em julho, com relação ao mês anterior. A alta foi puxada pelo Nordeste, cujo crescimento no período foi de 17,8%. Norte e Sul também se destacam, confira abaixo:

Para o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi, dois fatores explicam a expansão da busca por crédito. “Por um lado, o avanço da vacinação em massa, impulsionando os níveis de confiança do consumidor, torna-o mais propenso a demandar crédito, principalmente aquelas linhas relacionadas com consumo (veículos, bens duráveis) e com formação de patrimônio (imóveis). Por outro lado, o repique da inflação nestes últimos meses tende a fazer com que os consumidores, especialmente os de renda mais baixa (que são mais afetados pela inflação), busquem crédito naquelas linhas que são mais utilizadas para cobrir buracos em seus orçamentos domésticos, como por exemplo o crédito consignado e os empréstimos pessoais”.

A análise por renda mostra que aqueles com ganhos mensais de até R$ 500 tiveram aumento acima da média total, de 16,4%, consideração o comparativo entre junho e julho deste ano. Na sequência aparecem os que ganham de R$ 500 a R$ 1.000, veja na tabela:

Variação anual teve crescimento de 22,3% em julho
Os dados de julho/21, com relação ao mesmo mês do ano anterior, revelam uma alta de 22,3%. O índice foi puxado pelo Nordeste, com alta de 32,5% no período. Os brasileiros com ganhos mensais de até R$ 500 ficaram acima da média total (31,8%), assim como os que ganham de R$ 500 a R$ 1.000 (22,9%).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.