Plataforma escolar é tendência entre as instituições de ensino

Ao longo da história, a humanidade tem buscado formas para tornar o processo de aprendizado cada vez mais otimizado e eficiente. Podemos dizer que isso tem início com a origem da escrita, ainda em seus formatos mais rudimentares, passando por inúmeras invenções importantes e chegando à era atual, na qual o avanço tecnológico oferece diversos meios inovadores e plataforma escolar.

E o foco está justamente no momento em que estamos vivenciando. Atualmente, é impossível falar em educação e não citar recursos que só existem graças ao considerável avanço que a tecnologia experimentou nas últimas décadas. Podemos dizer que elas foram impulsionadas pela expansão da internet. Graças a ela, a globalização também permitiu que conexões e trocas de experiências fossem estabelecidas mais facilmente, algo antes inviável.

Plataforma escolar é tendência na educação

Se uma instituição de ensino pretende se destacar e ver seus alunos com resultados expressivos, é impossível pensar que isso ocorra sem o uso de inovações que ganham cada vez mais destaque no ambiente pedagógico.

Uma plataforma escolar moderna permite, por exemplo, a correção assertiva de redações, podendo apontar os melhores caminhos para que o aluno tenha êxito em vestibulares, concursos e se torne cada vez mais seguro na aprendizagem. Ela também faz com que lacunas de métodos convencionais de ensino sejam preenchidas e desafios sejam superados, promovendo um ambiente propício ao desenvolvimento de novos talentos e habilidades no meio estudantil.

Pode-se dizer que esses recursos conquistaram um espaço já consolidado entre as tendências pedagógicas em todo o mundo. No Brasil, não é diferente. Se observarmos os benefícios que eles oferecem, podemos entender os motivos que levaram a esse cenário:

  • Ambiente de ensino se expande: Esqueça aquele conceito de um modelo fechado, no qual a sala de aula, as quatro paredes, são protagonistas no trajeto de aprendizagem. Com a plataforma escolar, esse ambiente é ampliado, atendendo às novas demandas do mercado e das próprias pessoas; como foi possível perceber com a pandemia e o lockdown em vários países, como o Brasil;
  • Limitação de tempo é superada: Se o ambiente físico ganha novas possibilidades, a questão temporal também sofre considerável relativização com os avanços tecnológicos. O conceito de um tempo específico para estudar cai em desuso;
  • Flexibilidade no processo educacional: As duas características acima estabelecem a flexibilização como tendência pedagógica do século XXI. Professores e alunos contam com meios para que as demandas de ensino sejam adaptáveis e se ajustem às novas necessidades do cotidiano.
  • Padrões ficam em segundo plano: Com uma plataforma escolar eficiente, o indivíduo pode ser mais bem assessorado, e a ideia de um modelo que deve funcionar para todos perde força. Tal preocupação já permeava o ambiente acadêmico e os próprios pais dos alunos há alguns anos.

Principais tendências de plataforma escolar no mundo

Podemos separar as principais plataformas educacionais da seguinte forma:

  1. Learning Management System (LMS): em Português, Sistema de Gestão da Aprendizagem. Conhecidas como e-learnings, são plataformas que contemplam a avaliação, gestão de conteúdos, didática, por exemplo e já são mais comuns no ambiente educacional;
  2. Learning Experience Platform (LXP): O LXP foca na experiência do aluno, sendo aprimoramento da LMS, com recursos de adaptatividade, direcionamento de conteúdos e customização de jornadas;
  3. Massive Open Online Course (MOOC): São cursos on-line para o Ensino Superior, Pós-Graduação e ensino técnico. São abertos e disponíveis a quem tiver interesse.

Plataformas adaptativas ganham destaque

Conforme explicado anteriormente, uma plataforma escolar precisa se adequar às necessidades e tendências que o mundo atual demanda. Nesse contexto, as chamadas plataformas adaptativas se destacam. Afinal de contas, elas partem justamente para o destaque do indivíduo e não um grupo genérico.

Fazendo uso de algoritmos, termo tão presente na sociedade atualmente, graças às mídias sociais, essa ferramenta permite que o processo ensino-aprendizagem seja otimizado. Para isso, realiza testes, gera relatórios e estabelece jornadas para que o aluno alcance melhores resultados, tudo de forma personalizada, com foco no indivíduo.

Atenção na hora de escolher a plataforma escolar adequada

Evidentemente, há aspectos que devem ser observados para que uma plataforma escolar seja, de fato, um benefício. Dentre eles, podemos citar o engajamento de todos os atores envolvidos na aplicação e garantia do pleno funcionamento de um novo sistema pedagógico, bem como fatores técnicos e financeiros, que podem dificultar sua implementação. É por isso que qualquer investimento requer apreciação e certo grau de assertividade por parte dos envolvidos.

Em linhas gerais, porém, é possível afirmar com certeza que uma plataforma escolar irá gerar resultados positivos para qualquer instituição de ensino. A decisão, porém, passa pela coordenação pedagógica e professores, que devem avaliar as opções disponíveis no mercado e verificar quais se adequam ao projeto pedagógico institucional e ao plano de ação pedagógico já adotado pela organização.

Pesquise, analise, experimente e veja tudo que essa nova era da informação tem a oferecer para a sua instituição de ensino.

 

Foto: Unsplash

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.