Rajadas muito fortes a intensas atingiram o Rio Grande do Sul e o Sul de Santa Catarina neste sábado

Vento forte provocou queda de árvores em cidades do Vale do Sinos e trouxe elevação da temperatura com intenso abafamento neste sábado | REDES SOCIAIS

Rajadas muito fortes a intensas atingiram principalmente o Nordeste do Rio Grande do Sul e o Sul de Santa Catarina.

Vento acima de 100 km/h atingiu nas últimas horas o Rio Grande do Sul e Santa Catarina, o que trouxe estragos em alguns municípios. O vento foi consequência de uma intensidade corrente de jato em baixos níveis da atmosfera que provocou fortes rajadas do quadrante Norte no Oeste paranaense, em várias regiões de Santa Catarina e na Metade Norte gaúcha. No Rio Grande do Sul, conforme dados de estações oficiais até 18h, as rajadas atingiram 123 km/h em Canela, 94 km/h em São José dos Ausentes, 78 km/h em Soledade, 75 km/h em Serafina Correa, 71 km/h em Bento Gonçalves e 69 km/h em Cambará do Sul. Fortes rajadas de vento atingiram ainda as regiões dos vales, como Sinos e Taquari, e pontos do Litoral Norte.

Já em Santa Catarina, as rajadas foram a 126 km/h em Siderópolis, 102 km/h em Urupema, 80 km/h em Joaçaba e São Miguel do Oeste. No alto do Morro da Igreja, no Planalto Sul, a 1.800 metros de altitude, antes do anemômetro da estação deixar de reportar dados no final da manhã, as rajadas chegavam a 136 km/h. Uma das áreas mais castigadas pelo vento forte no Rio Grande do Sul foi a região do Vale do Sinos. O vale primeiro teve fortes rajadas de vento Norte e depois ventania acompanhando a forte chuva que caiu por volta das quatro da tarde. Um carro ficou destruído após uma árvore cair na rua Marquês de Souza, no bairro São José, em Novo Hamburgo. O morador da casa teve o automóvel, um Fiat Uno, destruído por conta da queda da árvore. O Corpo de Bombeiros esteve no local para retirar a árvore. Árvore caiu sobre automóvel também em Campo Bom.

Fonte: MetSul / https://metsul.com/vendavais-acima-de-100-km-h-causam-estragos-antes-do-frio/ 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.