Um novo alerta sobre a peste suína africana (PSA)

 Cidasc segue com o trabalho de educação sanitária e de vigilância para garantir que Santa Catarina permaneça livre da peste suína africana (PSA). A médica veterinária da Cidasc Carmen Regina Vieira concedeu entrevista ao programa Cultura em Debate, da Rádio Cultura de Orleans.

Na conversa com o apresentador Gelson Luiz Padilha, Carmen destacou que, apesar de não atingir humanos, a PSA pode ter efeito devastador entre os suínos, gerando grandes perdas aos produtores.

A PSA não é registrada no Brasil desde os anos 1980. No entanto, a confirmação de casos na região do Caribe no ano passado acendeu o alerta dos serviços de defesa agropecuária, por serem os primeiros focos nas Américas em décadas. Desde então, a Cidasc tem realizado diversas ações preventivas, incluindo a orientação a viajantes, autoridades locais e principalmente aos produtores.

Por Denise De Rocchi
Assessoria de Comunicação – Cidasc

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.