in

Pinhão apreendido pela Polícia Militar Ambiental será destinado à Instituto

Colheita fora de período Pinhão apreendido pela Polícia Militar Ambiental será destinado ao Instituto Espaço Silvestre

A Polícia Militar Ambiental apreendeu 45 quilos de pinhão depois de receber uma denúncia anônima nesta quarta-feira (21). Três homens tinham recém colhido as 28 pinhas na área de mata do loteamento Verdes Campos, no perímetro urbano de Lages. Eles foram autuados e responderão processo criminal e administrativo.

O pinhão colhido antes do período permitido pela legislação será doado para o Instituto Espaço Silvestre, parceiro da Polícia Militar Ambiental, que trabalha com a reintrodução do papagaio-do-peito-roxo, espécie extremamente dependente dessa fonte alimentar nessa época do ano.

colheita pinhão (1)

O subcomandante da PMA, tenente Marco Marafon, reforça que a legislação permite a colheita, transporte e comercialização da semente só depois do dia 1º de abril. A Lei Estadual nº 15.457/2011 diz que a proibição se aplica inclusive ao pinhão destinado para sementeiras.

“O período de defeso do pinhão é de extrema importância para que as araucárias tenham a possibilidade de regeneração por meio da dispersão de suas sementes. Além disso, pinhão é fonte alimentar para inúmeras espécies da fauna da nossa região”.

Para fazer a denúncia de colheita ilegal do pinhão ou qualquer outro crime ambiental basta entrar em contato com a PMA pelo número (49) 3221-7998.

Catarinas Comunicação

Foto: PMA

Um Comentário

Leave a Reply

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Javali – Controle rigoroso da espécie garante qualidade da carne catarinense

Arma rara da antiga Thecoslováquia é apreendida na Serra Catarinense