Candidatos valorizam elementos da cultura e da economia de São Joaquim em logotipo inovador

Neste último domingo (27), o candidato à Prefeitura de São Joaquim Giovani Nunes e a vice Ana Melo apresentaram nas redes sociais Facebook e Instagram, a primeira peça publicitária de sua campanha “São Joaquim não pode parar”. A Campanha faz parte da coligação que envolve os partidos PSL, Progressistas e PSDB.

Nas cores Azul, Verde e Amarelo, cores que representam o PSL inspirado única e denotadamente no sentimento patriotismo assimilado nas cores da Bandeira Nacional, a logomarca traz um conjunto pictórico que estima os elementos que movimentam a cultura e a economia de São Joaquim:

Maçã: O carro-chefe da economia, São Joaquim produz cerca de 330mil toneladas de maçã anualmente. A cidade é a maior produtora de maçã de todo o Brasil e recebeu o título de Capital Nacional da Maçã em um dos primeiros atos do Governo de Jair Bolsonaro.

Frio: Um cristal de gelo que simboliza o frio e a neve, ponto crucial pelo qual São Joaquim é tão forte em reconhecimento e exposição na mídia nacional.

Uva: Demonstra a força de uma economia que cresce, cada vez mais, através de imponentes vinícolas e dos Vinhos de Altitude. São Joaquim produz hoje mais de um milhão de quilos de uva que corresponde a cerca de 800mil garrafas ao ano de vinhos premiados internacionalmente.

Sol: O arquétipo do Sol representa a energia do povo de São Joaquim, a luz e a busca pela evolução e crescimento trazendo calor e a vida.

Cavalo: Um dos principais atributos de São Joaquim, o cavalo representa o mais puro e típico tradicionalismo serrano e que auxilia no controle da pecuária que é uma grande dádiva da economia joaquinense.

Como diz o próprio slogan presente no nome da coligação: São Joaquim não Pode Parar

 

 

Por Dionata Costa –  Assessoria de Imprensa Coligação São Joaquim não Pode Parar

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.