in

Quer viver bastante? Então é melhor se livrar dessas bebidas

Querido leitor que pre-ci-sa tomar refrigerante todos os dias, você não vai gostar nem um pouco desta nova e robusta pesquisa sobre consumo de bebidas açucaradas. O novo estudo acompanhou mais de 450 mil pessoas de 10 países europeus por 16 a 19 anos e constatou que aqueles que bebiam dois ou mais copos de refrigerante por dia tinham um maior risco de morte em geral do que quem bebia manos do que um copo por mês.

O estudo foi publicado nesta semana na revista JAMA Internal Medicine.

No início do acompanhamento, nenhum participante da pesquisa tinha câncer, diabetes, problemas cardíacos ou derrame. O estudo mostrou que quem consumia dois ou mais copos de refrigerante não-diet por dia tinha maior risco de morrer de problemas digestivos, enquanto aqueles que tomavam a mesma quantidade de refrigerante diet tinha maior risco de morrer de doenças cardíacas.

Qual a relação entre refrigerante adoçado com açúcar e problemas digestivos? Segundo explica à CNN a professora do curso de medicina da Emory University (EUA), Sharon Bergquist, “evidências experimentais sugerem que alto açúcar no sangue e alto consumo de açúcar podem prejudicar a barreira intestinal”. Isso causa inflamação no intestino, altera a flora intestinal e aumenta a chance de infecções no órgão.

Já a alta quantidade de refrigerante consumida, independente do tipo, está associada com um aumento de risco de doença de Parkinson, mas não Alzheimer ou câncer.

Copos de refrigerante por mês

O estudo não só contabilizou a ingestão de refrigerantes tradicionais com sabores cola, laranja e uva, mas também refrescos e xaropes de frutas, como o xarope de groselha e outros sabores.  Neste estudo, cada copo foi considerado como 250 ml. Uma lata normal de refrigerante costuma ter 355 ml.

Aqueles que consumiram mais do que um copo de refrigerante por mês mas menos do que dois por dia pareceram ter um efeito proporcional: quanto mais eles bebiam, maior o risco.

Substituir a bebida adoçada com açúcar pela que contém adoçante parece diminuir o risco de morte prematura, mas beber quatro ou mais copos de bebidas adoçadas artificialmente aumentou o risco de morte prematura por doenças cardiovasculares em mulheres. O mesmo não foi observado em homens.

 

Associação, e não causa e efeito

Este estudo mostrou apenas uma associação entre o hábito de consumir refrigerante com a morte precoce, e não uma relação de causa e efeito. É possível que quem consome muito refrigerante tenha outros hábitos que não sejam saudáveis e que causam o resultado observado no estudo. Esses hábitos podem ser fumar e ter uma dieta ruim em geral.

Como diminuir o consumo

Se você chegou até aqui e decidiu diminuir ou cortar o seu consumo de refrigerante e refresco, aqui vão algumas dicas:

  • Diminua aos poucos – ao invés de cortar drasticamente o consumo, você pode diminuir um copo por dia até chegar a um copo por dia. Neste momento você pode passar a tomar a bebida dias alternados. A terceira fase é ir aumentando esses intervalos até tirar o consumo completamente.
Não troque refrigerante por água tônica pensando que está fazendo uma escolha mais saudável; a quantidade de açúcar é quase a mesma
  • Troque por água com gás – para muita gente, o prazer está na sensação das bolhas fazendo cócegas na língua e na garganta. Se a sua paixão é pelo gás da bebida, você pode trocar o refrigerante por água com gás pura ou então misturar com suco de limão ou de uva, para dar um “tchan”. Só lembre-se de não exagerar no açúcar ou adoçante que acompanham o suco. Também é importante não confundir água gaseificada com água tônica. Enquanto a primeira não tem açúcar, a segunda tem tanto açúcar quanto o refrigerante comum.
  • Suco de fruta não é a solução – Se você está pensando em trocar o refrigerante por suco de fruta, lembre-se que mesmo sucos naturais contêm muito açúcar livre, que aumentam rapidamente o o nível de açúcar no sangue. O ideal é consumir a própria fruta, para que as fibras presentes tornem a liberação de açúcar mais lenta durante a digestão.
  • Cafeína – Se o que você gosta no refrigerante é a cafeína, troque a bebida por chá verde, preto ou mate, mas chá feito em casa. O chá industrializado também contém bastante açúcar.
Água com infusão de frutas é uma ótima solução para quem acha a água pura muito “sem graça”
  • Mergulhe na água – A melhor bebida de todas continua sendo a maravilhosa e barata água. Mantenha uma garrafa de água fresca ou com infusão de frutas perto da mesa de estudos ou trabalho, de forma que ela fique acessível para você. Quando você sentir desejo de tomar uma bebida açucarada, tome um copo de água ou coma uma fruta, e você vai ver que a vontade imediata vai passar.
  • Beba com moderação – Tomar refrigerante ou refrescos de vez em quando não traz nenhum efeito adverso. A chave está na moderação. Aproveite a bebida de forma consciente, reservando-a para dias especiais. Mas como o paladar se acostuma rapidamente com a diminuição de consumo de açúcar, é provável que nessas raras ocasiões que você vai beber refrigerante, você acabe estranhando o sabor e prefira uma bebida menos açucarada.

[JAMACNNWebMDWorld Health Organization]

 

Por Juliana Blume

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Dormir em um quarto completamente escuro ajuda a evitar depressão

Campanha faz Moção de Repúdio Contra Queimadas na Serra Catarinense