Após lotação máxima na saúde prefeitura de Lages decreta Lockdown na cidade

Por uma semana, Lages restringe circulação de pessoas para frear contágio covid-19

Em pronunciamento feito pelas plataformas sociais neste domingo, 07 de março, o prefeito Antonio Ceron disse que o município está adotando “estratégia de guerra” contra o covid-19 pelo prazo de uma semana (09 a 15/03/2021)

O prefeito Antonio Ceron, o secretário de Saúde Claiton Camargo de Souza e autoridades da área como o diretor do Hospital Tereza Ramos (HTR), Maurício Batalha Machado, o presidente do Hospital Nossa Senhora dos Prazeres (HNSP) Ronny Albert Westphal, Dr Rafael Beppler, diretor técnico da UPA, Dr. Leonardo Coelho, diretor do Hospital de Triagem (CT), o presidente da Câmara de Veredores de Lages, Gerson Omar dos Santos, anunciam medidas de extremo rigor que estarão em vigor a partir de terça-feira, de acordo com o Decreto n 2.100 de 07/03/2021. O pronunciamento foi feito através das plataformas sociais da Prefeitura e transmitido por um pool de emissoras de rádio e TV.

O prefeito Ceron destacou que “lamentavelmente os números da pandemia só aumentaram, sendo que a Região da Serra entrou na fase mais crítica, pois no momento não tem leitos de UTI Covid, não tem leitos de UTI para outras comorbidades e não tem para onde mandar pacientes.

Todos os leitos

“No momento, todos os 56 leitos de UTI Covid estão ocupados e só abre vaga quando tem óbito”, lamenta o secretário da Saúde. Pela análise dos números, os dados apontam para um crescimento de casos na Serra, “e a única forma de estancar o aumento de casos é a estratégia de guerra que Lages estará adotando a partir de terça-feira”, complementa.

Estratégia de Guerra

De acordo com o Art. 1° do decreto: Ficam suspensas todas as atividades comerciais, as atividades públicas ou privadas, econômicas ou não, no território do município de Lages, exceto as seguintes, legalmente consideradas essenciais.

Dentre as medidas que o município está adotando estão:

  • Suspensão das aulas presenciais na rede de ensino (publico e privada).
  • Todas as atividades comerciais deverão ser paralisadas, com excessão de postos de combustíveis, supermercados e farmácias, e outras incluídas no decreto acima referido.

Veja o Comunicado:

 

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.