Planos de saúde não poderão limitar sessões de fono, fisioterapeuta e psicólogo a partir de hoje; entenda

Divulgação

Passou a valer, nesta segunda-feira (1º), o fim da limitação do número de consultas e sessões com psicólogos, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais e fisioterapeutas no país.


A medida, decidida em reunião extraordinária pela diretoria colegiada da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), é válida para os usuários de planos de saúde com qualquer doença ou condição de saúde listada na OMS (Organização Mundial de Saúde).

A agência que regula o setor disse, quando aprovou a medida, que a decisão tem por objetivo “promover a igualdade de direitos aos usuários da saúde suplementar e padronizar o formato dos procedimentos atualmente assegurados, relativos a essas categorias profissionais”.


Ao excluir as condições exigidas para as coberturas nas quatro especialidades, o atendimento passará a considerar a “prescrição do médico assistente”, informou a ANS.
Em 1º de julho, a ANS já havia tornado obrigatória a cobertura para qualquer método ou técnica indicada pelo profissional de saúde responsável para o tratamento de Transtornos Globais do Desenvolvimento.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.