Linguagem corporal os gestos e os significados que todos deveriam conhecer!

Uma análise dos gestos que as pessoas geram, que serve como uma ferramenta para nos ajudar a entender pensamentos e emoções. Sendo 90% da nossa comunicação é linguagem corporal não verbal e pura.  A postura de uma pessoa nos fala sobre seu passado. A única posição de seus ombros nos dá o padrão dos sofrimentos sofridos, de sua fúria contida ou de uma personalidade tímida. Em centros de pesquisa como o Instituto Albert Einstein,  considera-se que às vezes os problemas psicológicos pessoais coincidem com a estrutura do corpo. Quando uma mulher passa por um longo período  depressivo, seu corpo fica fora de controle, seus ombros se dobram sob o peso de seus problemas.

Talvez a razão para sua depressão desapareça, mas a postura permanece a mesma, alguns músculos foram encurtados, outros foram alongados e um novo tecido conjuntivo foi formado. Porque seu corpo ainda está sobrecarregado, ela ainda se sente deprimida.

A postura não é apenas uma chave sobre o personagem; é também uma expressão de atitude. Com efeito, muitos dos estudos psicológicos realizados sobre a posição analisam de acordo com o que revela sobre os sentimentos de um indivíduo em relação às pessoas ao seu redor.

A postura é o elemento mais fácil de observar e interpretar dentro da comunicação não verbal. As posturas nos enviam constantemente sinais e mensagens sobre os julgamentos, opiniões e sentimentos de uma pessoa, com relação a uma situação ou outra pessoa.

Gesto de acariciar a mandíbula: tomada de decisão.

Gesto de dedos entrelaçados: Autoridade.

Gesto de um puxão no ouvido: insegurança.

Gesto de olhar para baixo: não acreditar no que é ouvido.

Gesto de esfregar as mãos: impaciência.

Gesto para apertar o nariz: avaliação negativa.

Gesto de golpear levemente os dedos: impaciência.

Gesto de sentar com as mãos agarrando a cabeça por trás: autoconfiança e superioridade.

Gesto para inclinar a cabeça: Interesse.

Gesto da palma da mão aberta: Sinceridade, abertura e inocência.

Gesto de ficar de pé com as mãos nos quadris: boa disposição para fazer alguma coisa.

Gesto de brincar com o cabelo: Falta de autoconfiança e insegurança.

Gesto para comer as unhas: insegurança ou nervos.

Gesto da cabeça apoiada nas mãos ou olhando para o chão: Tédio.

Gesto de unir os tornozelos: apreensão.

Gesto de mãos na direção das costas: fúria, raiva, frustração e apreensão.

Gesto de cruzar as pernas, balançando levemente o pé: Tédio.

Gesto de braços cruzados à altura do peito: Atitude na defesa.

Gesto de andar com as mãos nos bolsos ou com os ombros curvados: desânimo.

Gesto de Mãos nas bochechas: Avaliação.

Gesto de esfregar um olho: Dúvidas.

Gesto de tocar levemente o nariz: mentir, duvidar ou rejeitar alguma coisa.

Um sorriso é uma manifestação espontânea de satisfação por algo? Nem sempre, na maioria das vezes o sorriso é um gesto forçado se torna uma espécie de máscara de nossos verdadeiros sentimentos, é o gesto chamado sorriso profissional (seus maiores usuários são políticos, empresários e atores).

Gesto para brincar com um lápis ou qualquer objeto: É evidente que o que essa pessoa nos provoca com esse gesto é nervosismo, inquietação, ansiedade, na realidade estamos tentando ganhar tempo e nos preparando para dar uma resposta adequada.Gesto de vigiar o relógio enquanto fala: denota pressa e inquietação.

Gesto de ver o relógio enquanto a outra pessoa fala: É um gesto rude que revela impaciência.

Gesto de tocar os dedos em uma superfície: Denota inquietação, impaciência

Assobiar enquanto caminha por um lugar solitário: não estamos atraindo atenção; estamos simplesmente fazendo um ajuste psicológico por medo de receber qualquer tipo de agressão inesperada

Gesto de passos repetidos no chão em pé: sugere nervosismo, impaciência, inquietação. A tensão está aumentando e é possível que ela exploda a qualquer momento.

Gesto de fixar o cabelo com a mão: É um gesto muito feminino; sugere provocação discreta, flertando.

Gesto para ajustar o nó da gravata com a mão: É um gesto equivalente ao anterior. A mesma mensagem que eu gosto pode se manifestar com o gesto de fixar a dobra das calças, as lapelas da jaqueta, o lenço no bolso da jaqueta, etc.

Gesto de morder os lábios com a ponta da língua: é um gesto de mensagem abertamente sexual, de provocação sutil.

Gesto de morder um lábio com o outro: A mesma mensagem acima, sugere uma atitude nervosa certa timidez.

Gesto de acariciar um objeto em particular inconscientemente: é um gesto que denota sensualidade, é um gesto típico de indivíduos de sexualidade desenvolvida.

Gesto de sorriso com um olhar direto e prolongado (10 segundos ou mais): Sugere discreta provocação e paquera.

Gesto do clássico olhar de cima, abaixo: É característico da pessoa que é muito sensual.

Gesto da palma da mão aberta em todos os momentos: É um gesto característico de pessoas sinceras.

Gesto do punho fechado: revela tensão nervosa, com esse gesto a verdade está oculta.

Gesto dos ombros caídos: Sugere incapacidade de depressão, para enfrentar determinadas situações na vida.

Gesto de sentar com duas pernas unidas em paralelo: Denota uma personalidade cuidadosa.

Gesto de cruzar a perna a um ângulo de 90º em relação ao nível do joelho: é ambicioso, competitivo, é um gesto incomum nas mulheres.

Gesto de sentar em uma perna: sugere uma personalidade muito conformista que não é fácil de tomar decisões.

Gesto da mulher que se senta com as pernas abertas: revela independência, um conceito bem definido de sua imagem.

A pessoa que anda muito depressa: sugere uma personalidade dinâmica, inquieta, ansiosa por atingir os objetivos traçados num determinado momento.

Se o indivíduo caminha com passos hesitantes, e não mantém um relacionamento direto ao caminhar: denota uma personalidade hesitante, errática, insegura, tímida e cansada devido aos ataques recebidos na vida.

Gesto de jogar para trás em uma poltrona: sugere confiança em si mesmo.

Gesto de colocar os pés sobre a mesa: denota relaxamento total, controle absoluto. Também arrogância.

Quando a atenção é atraída para o vestuário e o modo como se veste: não apenas uma personalidade exibicionista é projetada, mas um caráter rebelde independente é demonstrado.

Um tom de voz muito alto: sugere uma personalidade agressiva capaz de agir com violência em um determinado momento.

Fonte: Centros de pesquisa Instituto Albert Einstein.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.