Bacalhau à Lagareiro uma das maiores especialidades da cozinha Portuguesa sendo servida em São Joaquim

A origem da Bacalhau à Lagareiro remonta de tempos antigos, criado pelos Lagareiros, os produtos de azeite.

Até ao final do século XX, o azeite de oliveira era extraído da azeitona em três etapas: a recepção dos frutos no Lagar, seleção e esmagamento em mó der pedra e aquecimento e colocação da massa obtida em pranchas de sisal para prensagem. Esta atividade, iniciada no Outono, estendia-se por dois ou três meses, de forma contínua, dia e noite.

Durante todo esse tempo, os trabalhadores (os lagareiros), ficavam confinados ao lagar. De parcas condições para a confecção de refeições e pouca experiência de cozinha, a equipe apenas comprava batatas, bacalhau, pão e alho, sendo este o único alimento, juntando-se o azeite.

De modo a utilizar os meios disponíveis, o lagareiro responsável pela refeição daquele dia (tarefa rotativa), assava as batata com casca e o bacalhau nas brasas retiradas da fornalha das caldeiras e cozia o alho no azeite retirado dos decantadores, ainda quente. Estava feito o almoço!

Juntavam no prato a posta de bacalhau, algumas batatas assadas a que davam uma ancada, abrindo a pele para arrefecer e banhavam tudo com azeite e alho.

Assim nascia o famoso Bacalhau à Lagareiro com batatas a murro, antes uma comida de podre, hoje uma iguaria só ao alcance de poucos.

Em São Joaquim o famoso Bacalhau a Largareiro é servido no restaurante Pão Saloio, um especializado restaurante a moda Portuguesa. Vale a pena desgastar.

Contatos para reservas

restaurantepaosaloio@gmail.com
(49) 3233.3827 | 99165.1212