Publicação da Epagri ensina a estimar produtividade de lavouras de milho, trigo, soja e feijão

Levantar a produtividade da cultura agrícola em campo é uma das tarefas dos técnicos que elaboram Relatórios de Comprovação de Perdas para o Programa de Garantia da Atividade Agropecuária (Proagro) ou Seguro Agrícola. Esses relatórios são necessários para que o agricultor acesse a política pública quando a lavoura é atingida por algum evento climático adverso como estiagemvento forte, granizo ou geada. Para orientar os técnicos na realização desses levantamentos, a Epagri lança o Boletim Técnico nº193 – Metodologia para estimativa de produtividade em lavouras de milho, trigo, soja e feijão.

A publicação traz um conjunto de orientações para estimativa de produtividade nas culturas antes da colheita, de forma rápida e com exatidão. “Devido à baixa disponibilidade de informações na literatura para embasar os técnicos envolvidos em estimativas de produtividade de culturas anuais, buscou-se ajustar metodologias que ofereçam um referencial teórico nestas ações”, informa o boletim.

Apoio à agricultura

Entre setembro de 2016 e abril de 2019, a Epagri elaborou 841 relatórios de comprovação de perdas ao Programa de Garantia da Atividade Agropecuária (Proagro), o que corresponde à inspeção de 4.916ha de lavouras, predominantemente com milho (27%), feijão (15%), soja (9%) e trigo (8%). Nessas ocasiões, as instituições precisam responder em tempo hábil às famílias atingidas, buscando mitigar os efeitos adversos dos eventos climáticos.

Os estudos para obtenção dos dados em campo para elaborar a publicação foram realizados entre 2014 e 2018 em propriedades de agricultores familiares das regiões Oeste e Planalto Norte Catarinense. O trabalho envolveu diversos extensionistas rurais nos municípios e pesquisadores e contou com o apoio dos agricultores familiares na disponibilização das lavouras para as amostragens de campo.

A publicação custa R$10. Para adquiri-la, escreva para demc@epagri.sc.gov.br.

Informações da Epagri

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.