Granizo não derrete após 24 horas e estragos são relatados em pomares de Maçã de São Joaquim

O granizo que ocorreu na tarde deste último domingo (14), deixou uma marca inesquecível para os produtores de maçã da região de São Joaquim, especialmente para aos fruticultores da localidade da Invernadinha que presenciaram cenas raras em seus pomares.

Veja o vídeo:

A intensidade do granizo foi tanta que na segunda-feira (15), mais de 24 horas após a chuva, ainda havia granizo nas telas e no chão dos pomares, mesmo com a temperatura atingindo a máxima de 24ºC no verão joaquinense.

Palanques com mais de 20cm de diâmetro, utilizados para sustentar as telas de proteção antigranizo, não suportaram o peso do gelo e quebraram como se fossem palitos. Já nos pomares que não possuíam telas tiveram inumeráveis danos devido ao choque da pedra de gelo com o fruto da maçã.

Palanques de mais de 20cm de diâmetro quebrados com o peso do granizo…

Ainda não existe levantamento oficial sobre todas as áreas atingidas pelo granizo no município de São Joaquim, mas há produtores que já relatam a perda de 100% do fruto na variedade gala e fuji na região inicial da Invernadinha, há cerca de 8km do centro de São Joaquim.

Produtor segura bloco de gelo (granizo acumulado)

Telas cheias de granizo que se sustentou intacto por mais de 24 horas
Produtor tentando remover o granizo das telas que foram ao chão devido ao peso…

Maçã caída no meio do gelo…

Afinal, que maçã resistiria a essa intensidade de gelo ?

Gelo se acumulou e se manteve intacto mesmo ao sol por mais de 24 horas

Prejuízo para os produtores de maçã da região

 

Granizo nos pomares de maçã de São Joaquim…

Veja também:

Produtores relatam prejuízo na maçã após granizo atingir áreas no interior de São Joaquim

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.