PREVISÃO DO TEMPO, 10 A 14 DE FEVEREIRO 2015.

PREVISÃO DO TEMPO, 10 A 14 DE FEVEREIRO 2015.



TERÇA-FEIRA; massa de ar quente ganhando força em SC. Alterna céu com sol e poucas nuvens, vários pontos até com céu claro, a intervalos de quase nublado a nublado. Pancadas isoladas de chuva e trovoada, típicas de verão, no decorrer da tarde e noite (em muitas cidades mais de noite), muitas cidades poderão passar com pouca ou nenhuma chuva. Risco de temporal (granizo, chuva intensa e ventania) em pontos bem isolados, poucas cidades poderão ter.

 

Temperatura bem alta. Mínimas 17/24°C na maior parte do Estado, entre 20/25°C no litoral e boa parte do vale do Itajaí e entre 12/15°C no topo da serra, máximas entre 29/34°C maior parte SC, 25/28°C no topo da serra/+ de 1200 m e 36/39°C em vários pontos do litoral sul, menor chance no litoral centro-norte, baixo vale do Itajaí e no baixo Uruguai.

 

Temperatura em algumas cidades/SC.

 

 

Chapecó; 20/22°C a 31/33°C.

Itapiranga; 22/24°C a 34/36°C.

Fraibugo; 17/19°C a 28/30°C.

S.Joaquim; 13/15°C a 25/27°C.

Urupema; 13/15°C a 25/27°C.

Bom Jardim; 13/15°C a 26/28°C.

Lages; 17/19°C a 28/30°C.

Campo Novos; 17/19°C a 29/31°C.

Mafra; 17/19°C a 29/31°C.

Itaiópolis; 16/18°C a 28/30°C .

Ituporanga; 19/21°C a 31/33°C.

Rio do Sul; 21/23°C a 32/34°C.

Blumenau; 22/24°C a 34/36°C.

Joinville; 22/24°C a 32/34°C.

Itajaí; 23/25°C a 31/33°C.

Jaraguá do Sul; 22/24°C a 32/34°C.

Florianópolis; 23/25°C a 32/34°C.

Rancho Queimado; 17/19°C a 29/31°C.

Criciúma; 22/24°C a 37/39°C.

Araranguá; 22/24°C a 34/36°C.

Jacinto Machado; 22/24°C a 35/37°C

 

 

Ruim a regular para navegação entre a ilha de SC e o litoral sul no mar aberto para barcos pequenos, vento de oeste/norte a nordeste rajadas acima dos 20/40 km (mais forte entre o sul da ilha de SC e o norte do litoral sul) e de nordeste/noroeste a oeste/nordeste no interior com rajadas entre 25/45 Km. O vento incomoda, eventualmente, nos tratamento de lavouras e pomares das principais áreas de produção, a instabilidade de tarde/noite.

QUARTA-FEIRA; forte massa de ar quente em SC. Alterna céu com sol e poucas nuvens, vários pontos até com céu claro, a intervalos de quase nublado a nublado. Pancadas isoladas de chuva e trovoada, típicas de verão, no decorrer da tarde e noite (em muitas cidades mais no fim da tarde/noite e algumas já perto do meio-dia em diante), muitas cidades poderão passar com pouca ou nenhuma chuva. Risco de temporal (granizo, chuva intensa e ventania) em pontos bem isolados, poucas cidades poderão ter.

 

Temperatura bem alta. Mínimas 18/25°C na maior parte do Estado, entre 21/26°C no litoral e boa parte do vale do Itajaí e entre 14/17°C no topo da serra, máximas entre 30/35°C maior parte SC, 25/28°C no topo da serra/+ de 1200 m e 37/40°C em vários pontos do litoral sul, menor chance no litoral centro-norte, baixo vale do Itajaí e no baixo Uruguai.

 

Ruim a regular para navegação entre a ilha de SC e o centro-norte do litoral sul no mar aberto para barcos pequenos, vento de oeste/norte a nordeste rajadas acima dos 15/35 km (mais forte entre o sul da ilha de SC e o norte do litoral sul, 30/50 km) e de nordeste/noroeste a oeste/nordeste no interior com rajadas entre 25/45 Km. O vento incomoda, eventualmente, nos tratamento de lavouras e pomares das principais áreas de produção, a instabilidade de tarde/noite.

QUINTA-FEIRA; forte massa de ar quente em SC, áreas de instabilidade de tarde/noite. Alterna céu com sol e poucas nuvens a bons períodos de quase nublado a nublado. Chuva e trovoada isolada no decorrer da tarde/noite (em algumas cidades já pela manhã poderá ter chuva, mais chances entre o oeste, centro e sul), algumas cidades poderão passar com pouca ou nenhuma chuva. Risco de temporal (granizo, chuva intensa e ventania) em pontos isolados.

 

Temperatura bem alta. Mínimas 18/24°C na maior parte do Estado, entre 20/25°C no litoral e boa parte do vale do Itajaí e entre 14/17°C no topo da serra, máximas entre 28/34°C maior parte SC, 22/25°C no topo da serra/+ de 1200 m e 36/39°C em vários pontos do litoral e baixo vale do Itajaí.

 

Vento de oeste/norte a nordeste rajadas acima dos 15/35 km (mais forte entre o sul da ilha de SC e o norte do litoral sul, 20/40 km), poderá entrar o vento sul no fim da tarde/noite no litoral sul e ilha de SC. Nordeste/noroeste a sudoeste/nordeste no interior com rajadas entre 25/45 Km. O vento incomoda, eventualmente, nos tratamento de lavouras e pomares das principais áreas de produção, a instabilidade de tarde/noite.

 
SEXTA-FEIRA; forte área de instabilidade tomará conta de SC. Céu nublado a quase nublado, possíveis aberturas isoladas de sol, mais de manhã se tiver e mais chances no nordeste de SC. Chuva e trovoada no decorrer do período com intervalos de melhoria, maiores de manhã no nordeste de SC onde até pode passar sem chuva de manhã/começo da tarde. Pode ter chuva moderada a forte na maior parte de SC (mais chances no oeste, centro e sul). Risco de temporal (granizo, chuva intensa e ventania) em pontos isolados.

 

Temperatura em declínio. Mínimas 16/22°C na maior parte do Estado, entre 19/24°C no litoral e boa parte do vale do Itajaí e entre 12/15°C no topo da serra, máximas entre 25/30°C maior parte SC, 19/22°C no topo da serra/+ de 1200 m e 35/38°C em vários pontos do litoral norte e baixo vale do Itajaí.

 

Vento de noroeste/oeste a sul/sudeste com rajadas acima dos 25/45 km, regular a ruim para barcos pequenos no mar aberto. Noroeste a sudoeste/sudeste no interior com rajadas entre 25/45 Km. Ruim para as atividades no campo das principais áreas de produção.

SÁBADO; forte área de instabilidade sobre SC. Céu nublado a quase nublado, possíveis aberturas isoladas de sol. Chuva e trovoada no decorrer do período com intervalos de melhoria. Pode ter chuva moderada a forte na maior parte de SC. Risco de temporal (granizo, chuva intensa e ventania) em pontos isolados.

 

Temperatura mais amena. Mínimas 16/21°C na maior parte do Estado, entre 19/22°C no litoral e boa parte do vale do Itajaí e entre 11/14°C no topo da serra, máximas entre 22/27°C maior parte SC, 18/21°C no topo da serra/+ de 1200 m e 28/31°C em no baixo Uruguai, menor chance no litoral sul.

 

Vento de sudoeste a sudeste com rajadas acima dos 30/50 km, regular a ruim para barcos pequenos e médios no mar aberto, mar agitado. Nordeste/leste a sudoeste/sudeste no interior com rajadas entre 25/45 Km. Ruim para as atividades no campo das principais áreas de produção.

Dados de hoje.

 

Extremas de SC registrados ontem. 8/2/2015 e mínimas de hoje, 9/2/2015.

 

MÁXIMA, ONTEM; 17,4°C/ 34,2°C EM ITAPIRANGA/SR.WOLFGANG.

MÁXIMA, HOJE; –°C/ –°C EM –/–.

MÍNIMA ONTEM; 10,3°C/ 19,8°C EM BOM JARDIM/M.IGREJA/INMET.

HOJE; 12,5°C/ –°C EM URUPEMA/M.TORRES/EPAGRI.

CAPITAL/INMET ONTEM; 22,2°C/ 29,1°C /INMET.

CAPITAL HOJE; 22,6°C/ –°C /INMET.

CAPITAL HOJE; 22,8°C/ –°C /EPAGRI/ITACORUBÍ.

CAPITAL HOJE; 21,6°C/ –°C /EPAGRI/NORTE DA ILHA.

CLIMATERRA/SÃO JOAQUIM ONTEM; 12,2°C/ 25,3°C.

SÃO JOAQUIM/INMET/ONTEM; 11,9°C/ 23,7°C.

CLIMATERRA/SÃO JOAQUIM HOJE; 15,4°C/ –°C.

SÃO JOAQUIM/INMET; 15,0°C/ –°C.

* FORA DA ESTAÇÃO.

 

OBS; EM 2013 FORAM 123 DIAS COM GEADA NA REGIÃO DE S.JOAQUIM, NOVO RECORDE (103 DIAS EM 1999 O ANTERIOR) E 40 DIAS ACIMA DA MÉDIA (83 DIAS/ANO).

 

SÃO JOAQUIM;

 NA TERÇA;

NASCER DO SOL; 06h: 58.

PÔR DO SOL; 20h: 10

 

PREVISÃO DO VERÃO 2014/2015.

A primavera foi quente e com chuva irregular, tivemos períodos de muita chuva em setembro e alguns dias em outubro e novembro com vários dias sem chuva. Situação mais preocupante no litoral sul onde não chove bem desde o dia 6 de novembro. Alguns eventos de chuva forte (alguns acima dos 100 mm) ocorreram em novembro em diversas cidades, menos do litoral sul. Em novembro ainda tivemos geada fraca no topo da serra, foram 3 dias (82 dias em 2014, um dia abaixo da média/anual, 56 dias no pátio da Climaterra/cidade de S.Joaquim)

Uma forte onda de calor em outubro estabeleceu marcas de máxima absoluta para algumas cidades; Chapecó/Inmet (35,2°C dia 16 e 36,5°C/Epagri), Ponte Serrada/Epagri com 34,0°C, São Miguel do Oeste/Inmet/automática com 35,2°C, 33,0°C Fraiburgo/Epagri, segunda maior máxima em Itapiranga/Sr.Wolfgang em 80 anos, com 38,7°C.

No Brasil central e sudeste, algumas cidades tiveram máximas entre 40/43°C, no Paraguai e Argentina/norte entre 43/46°C. Algumas das maiores temperaturas/Inmet desta onda de calor; 42,9°C Coxim/MS, 42,5°C Morro Agudos/SP, 42,5°C Três Lagoas e Águas Claras/MS, 41,7°C Rio de Janeiro, 41,5°C Valparaiso/SP, 41,1°C Santa Helena/PR. Esta foi a maior onda de calor em outubro já registrada em muitas décadas!

O verão de 2014/2015 começou um pouco mais cedo neste ano e poderá terminar mais tarde na maior parte do Estado, de meados de novembro a começo de abril, no geral teremos um verão de normal a quente, não descartando alguns períodos bem quentes (mais de 10 dias seguidos bem acima da média), chance de duas a três ondas de calor bem forte com mais de 7/10 dias de duração e alguns períodos de clima mais ameno e até curto de frio para época, verão com extremos de calor/frio, muito mais para o calor, até com chance de quebrar marcas de máximas (30/33°C no topo da serra a 41/44°C nas cidades mais quentes). Na média, durante o verão climático, dez a março, os extremos em SC, oscilam entre 2/5°C/topo da serra a 38/41°C nas cidades mais quentes, esta é a faixa normal, que poderá ser batido neste ano.

Em relação a chuva a tendência é se manter irregular ao longo da estação, marcando períodos de vários dias com chuva, em geral as trovoadas de fim de tarde/noite, com intervalos de vários dias sem chuva, algum risco de um ou dois períodos de estiagem de 15/20 dias com pouca ou nenhuma chuva durante a estação nas áreas produtoras. Em termos de volume será muito variável, vários pontos acima da média e outros na média ou abaixo, o que marcará será a irregularidade no tempo e espaço.

Na agricultura um dos possíveis problemas poderá ser o calor forte em alguns dias, especialmente na fruticultura com risco de queimar o fruto e dificultar uma boa coloração nas frutas colhidas em fevereiro/começo de março. Atenção maior com as doenças/pragas do calor. Prejuízos com estiagem devem ficar dentro da margem normal (5/10% no total, pontualmente até passará disto).

Já para no setor do turismo, produtos/vestuário de clima quente, o verão será bem favorável para as vendas. Para quem quiser fugir do calor e agitação das praias, o topo da serra será o ideal, calor de tarde e frio de madrugada/amanhecer.

Em termos de veraneio/clima, estará dentro do comportamento normal do litoral, chuva com maior frequência do meio/fim da tarde para noite, mais dias de sol no litoral sul e mais de nublado a chuva no litoral norte, alguns modelos sugerem água com temperatura normal a mais fria que a média em parte do verão, pode atrapalhar um pouco o banho no litoral sul.

Extremas deste verão até agora; 41,6°C em Criciúma/Epagri no dia 8/12/2014 e 1,5°C em Urupema/Epagri no dia 6/12/2014

14 COMENTÁRIOS

  1. Salve Coutinho,Li uma matéria que dizia que a partir de 2015 o planeta Terra começaria a esfriar mais acentuadamente e duraria algumas décadas,você compartilha dessa informação? E já aproveitando,quando se tem uma previsão mais concreta sobre o outono se será ameno ou mais frio?
    Grande abraço

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.