in

Bombeiros trabalharam por mais de 12h para retirar corpo de caminhoneiro de precipício na Serra do Rio do Rastro

Um grave acidente ocorrido na noite desta última sexta-feira (31) no KM 409 da SC-390, na Serra do Rio do Rastro acabou por tirar a vida de um caminhoneiro, após o mesmo romper, com um caminhão, uma barreira de proteção e despencar por cerca de 150m em um precipício na Serra do Rio do Rastro.

O Acidente

De acordo com as informações do Corpo de Bombeiros de Bom Jardim da Serra, o acidente ocorreu após as 23h e foi ouvido por um jovem, que estava perto do local, onde estava sendo preparado os pontos de apoio de hidratação da corrida Mizuno Uphill. Após ver um caminhão passar e logo em seguida ter ouvido um forte estrondo, o jovem, que também é Bombeiro Comunitário fez o primeiro pedido de socorro alertando os Bombeiros de Bom Jardim da Serra sobre o possível incidente envolvendo um caminhão.

Local da queda na Serra do Rio do Rastro

Além do chamado do Bombeiro Comunitário, que cuidava de um dos pontos de apoio da maratona, dois outros veículos que foram ultrapassados pelo caminhão ligaram para o 193 de Criciúma relatando sobre o incidente.

Local do acidente já quase na parte final do trecho de concreto…

A equipe do Corpo de Bombeiros de São Ludgero e de Bom Jardim da Serra foram os dois primeiros a chegarem no local, no primeiro momento, não se era possível ter uma dimensão exata de onde o caminhão teria ido parar, mas ainda era possível notar que o mesmo ainda estava com os faróis ligados la embaixo,no fundo do precipício.

 

O desafio para a descida

 

Bombeiros preparando a estrutura

 

 

Chovia muito no local e um forte nevoeiro cobria praticamente todo o campo de visão dos socorristas. Mesmo assim eles tentaram descer usando cordas e técnicas de rappel, porém havia uma grande incerteza: “Se as cordas que tinham era suficientes para a descida no precipício ? ” E não foi!

O Pessoal do Corpo de Bombeiros de São Joaquim deslocou uma viatura levando “cabos de salvamento de altura” onde foi entregue ao corpo de Bombeiros de Bom Jardim para que fosse necessário a descida até o local. Neste momento uma equipe de salvamento do Corpo de Bombeiros de Tubarão e Orleans também havia se deslocado para auxiliar nos serviços.

Cabos amarrados em caminhão…

Foi montada, então, uma estrutura de cabos para a descida ao precipício pelo rastro deixado pelo caminhão que foi deixado na vegetação. A descida iniciou já nas primeiras horas da madrugada e após algum tempo já encontraram o corpo do caminhoneiro enroscado em parte da vegetação. Ele foi jogado para fora do caminhão há cerca de 100 a 130 metros no precipício, já o caminhão, um Mercedes Benz 1513 de carroceria aberta e sem carga, da cidade de São Ludgero foi arremessado bem abaixo de onde o corpo foi encontrado e não foi possível ser localizado pelas equipes de resgate.

 

A Retirada do corpo

 

Cabos de descida para o precipício na Serra do Rio do Rastro

Para retirar o corpo foi utilizado um sistema de ancoragem com uma maca de ribanceira, porém o relevo e a vegetação dificultaram ao máximo para que a maca fosse puxada, foi necessário a descida de pelo menos 06 bombeiros para a retirada do corpo, em um trabalho dificílimo que perdurou pela madrugada e o resto do dia até que finalmente fosse retirado por volta dás 13h.

Bombeiro descendo por trecho de difícil acesso

Ainda de acordo com as informações prestadas pelo Corpo de Bombeiros, o motorista foi identificado pelas inicias A.P. de 57 anos e natural de Morro da Fumaça, já o caminhão um Mercedes Benz seria de uma empresa de São Ludgero ao qual ele trabalhava. O corpo do motorista foi levado ao IML de Criciúma com diversas fraturas pelo corpo.

 

Um fato trágico e curioso na mesma curva

Caminhão derrubou parte da mureta, quebrou árvores e postes, mas cruz ficou intacta

 

No local já teve inúmeros acidentes, inclusive um recente com uma Kombi de haitianos e também com um caminhão que caiu, no mesmo lugar há mais de 20 anos onde provocou um acidente fatal. O detalhe é que no local tem uma cruz do acidente fatal que ocorreu também no final do mês de agosto. Quando o Caminhão despencou quebrou a mureta de proteção em dois lados, quebrou um poste e árvores, mas a cruz ficou intacta.

Cruz com a data 28/08/1997 aponta também um acidente fatal há mais de 20 anos.

Ambos os veículos, a kombi dos haitianos (que saíram ilesos), o caminhão (com a vítima fatal de 20 anos atrás) e agora o caminhão que caiu nesta sexta estão todos no fundo do mesmo precipício na Serra do Rio do Rastro.

Bombeiros (de amarelo) descendo por rastro deixado por caminhão… No fundo do penhasco há outros veículos como uma Kombi e outro caminhão que jamais sequer conseguiram ser retirados (Imagem Bruna Paim)

 

Os números

A ocorrência contou com aproximadamente 30 bombeiros. Entre eles o efetivo de Bom Jardim da Serra Sd BM Rossi, BCP Pierre, BCP Rodrigo, BCP Loss, BCP Aurélio, BCP Gilmar, BCP Valente, BCP Silvana, os Bombeiros comunitários BC Jessé, BC Benhardt, BC Badiale e BC Damaceno.

A OBM de Bom Jardim da Serra deslocou 2 viaturas que com das demais OBM estava 2 Abtr auto bomba tanque resgate 3 ASU auto socorro de urgência 3 AR auto resgate.

Os bombeiros não mediram esforços para efetuar um dos mais complicados e perigosos trabalhos de descida às cegas em um dos mais desafiadores e mortais precipícios da Serra do Rio do Rastro, apesar da dificuldade da chuva, frio e do terreno acidentado, a integração dos Bombeiros de Bom Jardim da Serra, São Ludgero, Orleans e Tubarão, dos Bombeiros de São Joaquim que foram levar os cabos de salvamento e da própria Polícia Rodoviária que auxiliou no trabalho a todo momento…. Tudo isso foi crucial para que o corpo do caminhoneiro fosse retirado do precipício e entregue à família.

Bombeiros após um trabalho ininterrupto de mais de 12h no frio, na chuva e nos perigos da Serra do Rio do Rastro…

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Depoimento de Mulheres que Superaram Problemas de Pele, elas deixam uma mensagem para todas as mulheres

Associação Bonjardinense de Turismo recebe cheque de mais de R$ 91.500,00 da Mizuno