Mercados que Aumentaram Relevância Durante Pandemia

Desde março de 2020, com o agravamento da pandemia, a economia foi afetada em muitos de seus setores. Aumentou o desemprego e muitas empresas fecharam as portas. Em contrapartida, alguns setores da economia foram favorecidos e aumentaram sua relevância mesmo durante a pandemia.

E dentro desses setores, a alternativa de muitas pessoas foi abrir seu próprio negócio e se tornar seu próprio empregador, ou seja, um empreendedor.

O ano de 2020 bateu o recorde de inscrições do portal do empreendedor, do governo federal.

O mercado nesses setores continua aquecido e recebendo funcionários e novos empreendedores.

Mercados com relevância

 Esses setores continuam com alta relevância e abertos a novos profissionais.

Profissionais de TI e Marketing digital

O mundo online vem ganhando espaço há um bomm tempo, mas durante a pandemia esse mercado explodiu ainda mais. Isso porque  o trabalho virtual era, e ainda é, basicamente o que podia ser feito, já que o distanciamento social vem sendo necessário.

Muitos setores tiveram que olhar pela primeira vez para o mercado digital. A busca no google pelo termo quanto custa um site  aumentou ainda mais nos últimos meses devido a esse processo de digitalização de muitas empresas. Além de um site, é importante aplicar diversos processos do marketing digital na empresa. Com isso, a demanda por profissionais de marketing digital e TI aumentaram ainda mais nos últimos meses. 

Os cargos mais procurados nesta área são: redatores, produtores de conteúdo, analistas de TI, consultores de marketing digital e profissionais de seo (otimização de sites para mecanismos de buscas).

Rede de afiliados

A promoção desses produtos digitais se popularizou ainda mais. A rede de afiliados ajudou muitas pessoas a aumentarem suas vendas e os afiliados a ganharem renda.

O afiliado recebe um link de vendas exclusivo. Ele compartilha esse link da forma que achar melhor e a cada compra realizada por intermédio dele gera uma comissão para o afiliado.

O usuário poderá ser afiliado a diferentes produtos. Essa divulgação geralmente é feita nas redes sociais do afiliado.

Existem plataformas especializadas na venda de produtos com a promoção dessa rede de afiliados. Programas de Afiliação. Tanto o empreendedor, quanto o afiliado se cadastram. O empreendedor cadastra seu produto para venda e o afiliado escolhe qual produto deseja divulgar.

As porcentagens de comissão são definidas pelos donos desses produtos..

Venda de infoprodutos

Os Infoprodutos são produtos vendidos digitalmente onde sua base de criação é o conhecimento. São eles: ebooks, apostilas, podcasts, vídeos, cursos online, audiobooks entre outros.

Além da comodidade, esses produtos possuem um preço menor, pois possuem um custo menor. Um ebook não terá custos de impressão, por exemplo.

Esse mercado é ideal para aqueles que possuem conhecimento em determinado tema e desejam reparti-lo com outras pessoas.

Os infoprodutos são vendidos através de plataformas especializadas em vendas ou também pelas redes sociais.

Venda de produtos de informática 

A pandemia trouxe o distanciamento social e assim muitas empresas tiveram que adotar o sistema de trabalho remoto, o home office.

Muitos colaboradores tiveram que se adequar a essa nova modalidade de trabalho. E em muitos casos tiveram que comprar equipamentos e produtos de informática. Não só os trabalhadores de home office, mas também esses novos produtores de conteúdo que surgiram no mercado.

As transmissões de vídeo, famosas “lives”, impulsionaram a venda de câmeras e microfones.

De maneira geral, a pandemia impulsionou a venda de computadores de mesa, notebooks, impressoras, acessórios e peças. 

Muitos comerciantes optam por venda sob encomenda em vez de vender já montados.

Abertura de e-commerce 

Como já foi dito, a pandemia impulsionou o comércio online. Em meio ao fechamento do comércio de lojas físicas, a solução encontrada por esses empreendedores foi adotar o e-commerce.

Além disso, abrir uma loja física requer capital para alugar e montar esse espaço.  Por isso, os novos empreendedores partiram para o e-commerce.

Os custos de uma loja online são bem menores, pois geralmente o empreendedor trabalha direto de sua casa.

A procura pela compra online também impulsionou esse mercado digital. As pessoas, apreensivas com os riscos de contágio, passaram a exigir do mercado esse tipo de venda.

A página da loja pode ser hospedada em site próprio ou em plataformas especializadas em hospedar a página de lojas virtuais. O vendedor só precisa se cadastrar e criar sua plataforma digital e assim vender seus produtos. Geralmente, elas cobram uma porcentagem sobre as vendas.

Outros vendedores preferem utilizar as próprias redes sociais, principalmente o Instagram e o WhatsApp.

Desenvolvimento de jogos para celular 

  O distanciamento social incentivou o mercado do entretenimento. Isso somou-se ao aumento das vendas e o aprimoramento cada vez maior do desempenho dos aparelhos celulares. 

Essa soma de fatores despertou ainda mais o mercado de softwares para celulares, principalmente os jogos. Nesse período de pandemia esse mercado explodiu o faturamento e bateu recordes de downloads.

A fim de atender cada vez mais essa demanda e diversificar os produtos, o mercado de desenvolvedores de jogos abriu muitas oportunidades.

Delivery de refeições 

Outro setor da economia bastante afetado pela pandemia foi o de restaurantes. Com o fechamento do comércio, muitos estabelecimentos tiveram que investir no serviço de entregas, pois essa era a única forma de vender.

Os clientes, isolados em casa, também sentiam a necessidade maior de momentos de entretenimento. Por isso, muitos optaram por pedir a entrega de refeições.

O mercado ainda está aquecido e receptivo, com uma das margens de lucro mais atraentes do setor.

 Sites especializados em cupons de descontos 

 Naturalmente as pessoas já gostam de pechinchar e obter descontos em suas compras. A dificuldade financeira de muitas pessoas provocou uma necessidade ainda maior de economizar.

Mediante essa demanda dos clientes por descontos, muitas empresas precisaram oferecer cada vez mais descontos aos clientes e assim alavancar as vendas.

As empresas criaram cupons de descontos liberados aos clientes, na maioria das vezes, em ocasiões específicas 

Esses cupons podem ser enviados por e-mail marketing pela própria empresa, utilizando seu banco de dados. Ou ainda oferecido por meio de plataformas digitais especializadas nesse serviço. Os clientes acessam o site e adquirem esses cupons de maneira gratuita.

Geralmente, esses cupons descontos são oferecidas em algumas ocasiões, como:

  • Primeira compra;
  • Segunda compra;
  • Aniversário da loja;
  • Datas comemorativas do comércio;
  • Cliente colocou o produto no carrinho de compras mas não concluiu a venda;
  • Outras situações que incentivem o cliente a realizar uma compra.

Esse serviço está em alta no mercado, portanto é uma grande oportunidade administrar esse tipo de plataforma. Quem paga por esse serviço é o vendedor.

A inovação e a criatividade continuam sendo os maiores impulsionadores de qualquer negócio de sucesso, principalmente em tempos de crise. Acompanhar tendências do mercado pode ser uma excelente estratégia para se inovar. E nunca esquecer de encontrar soluções práticas e satisfatórias aos clientes. Isso será um grande diferencial competitivo no mercado.

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.