Com apoio da Polícia, CASAN corta ligações clandestinas de água em São Joaquim

Em ação realizada sexta-feira à tarde, com apoio das Polícias Militar e Civil, técnicos da CASAN desativaram ligações irregulares de água na região do bairro Santa Paulina, em São Joaquim.

Os funcionários da Companhia tiveram de levar o aparelho geofone para localizar os ramais clandestinos. Porém, para dificultar a escuta, moradores acionaram motosserras e acuaram cachorros para que latissem e produzissem barulho. O geofone precisa de silêncio do ambiente para escutar e rastrear o som da água. Mesmo assim, os ramais foram localizados e desativados.

Funcionários do Instituto Geral de Perícias (IGP), que acompanhavam a operação, coletaram provas que poderão ajudar a identificar os responsáveis pelas instalações clandestinas.

“A ligação irregular, popularmente conhecida como “gato”, prejudica o abastecimento de quem mantém as faturas em dia e as suas ligações de forma correta”, explica o Chefe do Setor Operacional de Água da Agência, João Paulo de Sá. “Fechar os olhos para esta anormalidade é injusto com quem paga a tarifa em dia”, complementa o engenheiro.

TARIFA SOCIAL

O Chefe da Agência São Joaquim, Luiz Carlos do Amaral, lembra que a CASAN disponibiliza a Tarifa Social para as famílias com renda de até dois salários mínimos. A Tarifa Social tem desconto de 80% com relação à tarifa tradicional, e pode ser usufruída por usuários inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal – CadÚnico.

Famílias interessadas em usufruir da Tarifa Social podem acessar o site da Companhia (www.casan.com.br) na aba TARIFA SOCIAL, dentro do item Serviços de Cadastro.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.