Cinzas de cão Shurastey chegam ao Brasil dois meses após morte nos EUA

Divulgação

As cinzas no cão Shurastey, morto junto com o tutor brasileiro Jesse Koz em um acidente de trânsito nos Estados Unidos, chegaram a Santa Catarina. Segundo o perfil oficial do cachorro, atualizado por uma tia de Jessé, os restos mortais do animal foram trazidos no domingo (31) com a ajuda de uma pet shop norte-americana.

O corpo de Shurastey, que era um golden retriever, foi cremado em 26 de maio. O procedimento foi pago com recursos de uma vaquinha online, que bateu a meta de R$ 120 mil em cerca de três horas. A cremação foi uma exigência da legislação internacional, para que os restos mortais do cão pudessem retornar a Santa Catarina.

O influenciador digital Jesse Koz tinha 29 anos e ficou conhecido na internet por viajar com seu cachorro em um Fusca 1978. Natural do Paraná, Koz morava em Balneário Camboriú, no Litoral Norte catarinense, antes de decidir viajar pelas Américas.

Com informações: G1

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.