Triste Fim! Correio Lageano publica sua última edição

O maior Jornal da Serra Catarinense encerra suas atividades, após 81 anos de existência, é uma grande perda para a comunicação na região serrana.

Veja a nota da direção:

 

Esta é a última edição do Correio Lageano. Está dito assim, na primeira frase, porque é como pedem as notícias históricas. Está dito com um misto de orgulho e tristeza, mas, acima de tudo, está dito de coração aberto e sem rodeios, como sempre foi ao longo de 81 anos.

 

Há o orgulho inafastável de quem lutou o bom combate. De quem, mais do que noticiar o desenvolvimento de uma região, fez parte desta luta. De um jornal que se integrou à sua comunidade até se tornar um símbolo dela e de seus anseios.

A última edição impressa do Jornal Correio Lageano

As edições chegavam às bancas e às casas dos assinantes sem escolher ocasião, nos bons e nos maus momentos. Havia uma história a ser contada e assim foi feito, sempre em busca de dias melhores e em defesa da liberdade de imprensa e dos direitos de todos. A cidade cresceu, a região se desenvolveu, o país mudou e durante oito décadas tudo isso foi registrado nas páginas do Correio Lageano.

 

Há a tristeza de quem não queria um ponto final. Dentre todas as lutas, a derradeira foi para se adaptar a um mercado que mudou drasticamente na última década. Jornais centenários da imprensa brasileira fecharam suas portas ou acabaram com as edições impressas muito antes de nós. O Correio Lageano resistiu até o seu limite, mas em um cenário já difícil, a crise da pandemia acabou por ser determinante. Junto com esta última edição impressa, encerra-se também a atividade dos nossos portais. Ainda assim, entre o orgulho e a tristeza, o primeiro é imensamente maior do que a segunda.

 

Primeira edição do Jornal Correio Lageano

Este jornal é parte fundamental da história da minha família. É em nome dela que agradeço a todos que escreveram nestas páginas, a todos os anunciantes e, muito especialmente, a todos os leitores que nos receberam em suas casas e em suas vidas.

 

O Correio Lageano pautou sua existência pela crença em Lages, na Serra Catarinense, no Estado de Santa Catarina, no Brasil e na dignidade do ser humano. E no momento do adeus, a última palavra da última página da última edição deste jornal simboliza o que nos trouxe até aqui, e que desejamos que seja permanente na vida de todos: esperança.

 

Que jamais percamos a fé. Muito obrigada.

Direção CL

3 COMENTÁRIOS

  1. Imaginem se meu pai tivesse a mesma concepção de criar e administrar esse jornal com essa ideia, ele jamais existiria!

  2. Sinto em saber tal decisão, em meus 61 anos já fui assinante, acompanhava pelo portal,.
    Um verdadeiro ícone de nossa cidade.
    Fico grata por todas as informações que nos forneceram. Foi de muita valia. Aplausos por suas conquistas.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.