in , ,

Confusão e pedido de desocupação marcam primeiro dia após desativação da ADR de São Joaquim

Uma cena inesperada ocorreu logo no início da tarde desta última quinta-feira (1), no primeiro dia após a desativação da ADR de São Joaquim, na sala do SINE onde os funcionários e os cidadãos que aguardavam na fila para fazer a carteira de trabalho, receberam de sopetão o aviso oral e administrativo para que a sala fosse fechada e o atendimento fosse paralisado, pois o SINE não pertenceria mais ao prédio, pois e ao que tudo indica, a sala deveria ser desocupada no processo de entrega do prédio á ADR de Lages.

Tal ato causou a indignação de muitos trabalhadores que aguardavam a carteira de trabalho na fila do SINE e tudo isso em plena colheita da maçã.

-“Estão querendo fechar as portas e não deixar as servidoras do SINE atender o povo.” Esbravejou um rapaz que aguardava na fila á imprensa local.

A Prefeitura de São Joaquim foi contactada e respondeu que ainda não foi notificada sobre o caso.

Já a ADR de Lages, através de sua assessoria, respondeu que a ordem imposta ao SINE partiu da própria ADR de São Joaquim e não de Lages.

Mesmo assim, a ADR de Lages confirmou que manterá o SINE em funcionamento até segunda ordem e que está ordem só poderia ter sido dada pela regulação em Florianópolis e jamais por São Joaquim.

Sendo assim, e após toda essa confusão, as inúmeras pessoas que saíram da fila após o pedido de fechamento do SINE poderão voltar e fazer suas carteiras de trabalho normalmente.

Errata:

Havíamos escrito que a ADR de São Joaquim tinha sido extinta, mas na verdade ela foi apenas desativada.

4 Comments

Leave a Reply
  1. Confusão, pelo que li na reportagem, é o que você publicou, sem fundamentação alguma, tampouco consulta aos servidores efetivos que estão trabalhando no prédio onde funcionava a ADR de São Joaquim, que está DESATIVADA e não extinta. Lamentável notícias serem publicadas sem a devida apuração dos fatos! Para seu conhecimento e de quem interessar possa, há correspondência da Central, cujo teor foi repassado à Prefeitura de São Joaquim por meio do Ofício ADR27GABS nº 028/2018, com recebimento do Chefe de Gabinete. Além do mais, desde o mês de dezembro de 2017 já cogitou-se o retorno do SINE para as dependências da Prefeitura Municipal que é a responsável legal por disponibilizar espaço para seu funcionamento. “Faz-se necessário a desocupação imediata de qualquer Órgão e/ou Entidade que esteja ocupando as dependências do prédio “da ADR” sem Lei Autorizativa/Termo de Cessão de Uso/Portaria, situação em que se enquadra o SINE.”

    • Cara Roseana, posso ter errado no detalhamento da palavra “extinção” por “desativação”, realmente houve este equívoco, erro pelo qual me culpo profundamente. Já em relação a apuração dos fatos busquei todas as fontes possíveis, desde SINE, cidadãos e fui até mesmo na prefeitura procurar respostas para este serviço tão essencial para a população joaquinense, liguei para o Secretário de Desenvolvimento de Lages, falei até mesmo com a assessoria jurídica e com a assessoria de comunicação de lá, já que as assessorias daqui estão desativadas, e a ADR de Lages, que a partir de hoje comanda São Joaquim, negou todo e qualquer fato evidenciado pelo pedido de ” desocupação imediata” envolvendo o SINE e acrescentaram na informação que, se caso o SINE não estiver funcionando irão tomar as medidas judicias no caso. Portando, o fato foi apurado sim e caso haja uma informação diferente é melhor se entender com a ADR de Lages. Obrigado!

  2. eu tava na fila esperando o sine abrir e ja passava da uma da tarde quando veio um rapais dizendo que era pra ir na prefeitura pedir informação do sine porque a adr tava fechada pelo govenador, e fui pra lá . o rapais disse que tinha um documento que veio de floripa e que foi mandado para prefeitura ums dia atrais e qui hoje o sine ja tinha que ta fechado.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

PREVISÃO DO TEMPO NOS DIAS 1 A 4 DE MARÇO DE 2018 E TENDÊNCIA PARA O OUTONO/MEADOS DO INVERNO 2018.

Shadow Tactics: Blades of the Shogun Review