Suspeito de matar mãe e irmã em Lages é preso após perseguição

Vítimas de feminicídio em Lages — Foto: Reprodução/ NSC TV

Homem de 31 anos foi localizado na Grande Florianópolis na madrugada desta sexta-feira. Duplo feminicídio ocorreu na casa da família em Lages.

Na madrugada desta sexta-feira (1°), um homem de 31 anos foi preso suspeito de ter matado a mãe e a irmã a facadas na noite de quarta (30), em Lages, na Serra catarinense.

Após o crime, Patrick Luís de Ávila Baccin fugiu e foi localizado por volta das 2h50 em Palhoça, na Grande Florianópolis, que fica a mais de 200 quilômetros do município onde ocorreu o crime. Segundo a polícia, ele foi preso em flagrante após constante e massiva perseguição pelas forças de segurança.

A Polícia Civil investiga a motivação do crime e se o homem teve um surto antes do duplo feminicídio. O delegado responsável pelo caso, David de Oliveira informou que o suspeito tem histórico de esquizofrenia e é usuário de drogas, já que foi relatado por parentes em depoimentos. No entanto, somente um atestado pode confirmar esse diagnóstico.

O crime

As mortes ocorreram na casa em que mãe, filho e filha moravam, no bairro Universitário. As vítimas tinham 62 e 36 anos. O suspeito teria saído do local com o carro da família, pouco depois do crime e não foi mais visto.

Segundo o delegado, uma tia da mulher de 36 anos foi até a casa após ela não se apresentar no posto de combustível onde trabalhava. A familiar viu os corpos e a polícia foi acionada.

O Instituto Médico Legal (IML) recolheu os corpos e o Instituto Geral de Perícias (IGP) fez uma análise no local. A arma usada e o que motivou os crimes não foram divulgados pela Polícia Civil.

Com informações G1

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.