in

Advogado Zanotto é o novo presidente da CASAN

As 7h30min desta segunda-feira, quando marcou de chegar à empresa, o advogado Adriano Zanotto inicia sua gestão como presidente da CASAN. Desde a tarde de sexta-feira, quando assinou o Termo de Posse, ele é o presidente da empresa.

Presidente da OAB/SC em duas oportunidades, no período 2001-2003 e 2003-2006, Zanotto sempre foi mais conhecido no Estado pela extensa lista de serviços prestados à entidade. Na Ordem, foi presidente da Comissão do Direito ao Consumidor, membro e presidente da 4ª Câmara Julgadora da entidade, tesoureiro, secretário-geral, presidente da Caixa de Assistência, sócio e instalador da Cooperativa de Crédito e membro do Conselho de Curadores do Instituto Assistencial dos Advogados de Santa Catarina.

De janeiro de 2007 a março de 2008, Zanotto ocupou o cargo de Procurador-Geral do Estado, quando apresentou, entre outras propostas, um programa de adimplência geral para cobrar a dívida ativa do Estado devida por grandes devedores de tributos. Entre 2011 e 2015 presidiu o Instituto de Previdência de Santa Catarina (IPREV), convidado pelo governador João Raimundo Colombo e pelo então vice Eduardo Pinho Moreira.

Natural de Florianópolis, 51 anos, Zanotto é casado com a empresária e também advogada Cátia Kempf Zanotto, pai da cineasta Adriana, 25 anos, e da pequena Manuela, de 6 anos. Encantado pela literatura, já publicou “Poemas de Amor e Solidariedade”, pela editora Garapuvu, “Antologia Poética”, pela Sociedade dos Poetas Advogados, e “A Cor das Palavras”, em coautoria com o artista plástico Zélio Andrezzo.

Contumaz colaborador da seção de artigo dos jornais e revistas de Santa Catarina, o advogado Zanotto é frequentemente convidado para palestras e aulas inaugurais, quando em geral aborda temas no terreno da ética.

Fora das atividades laborais, gosta de curtir a praia da Joaquina, pilotar motos, torcer (e sofrer) pelo Figueirense, praticar taekwondo ou se dedicar a sua verdadeira paixão: a literatura. Apaixonado por temas ligados às guerras mundiais, acaba de concluir a leitura de Queda de Gigantes, primeiro volume da trilogia O Século, do britânico Ken Follet, cuja narrativa se passa no despertar do século XX, justamente às vésperas de as potências europeias darem início à I Guerra Mundial.

No ato de posse, Zanotto esteve acompanhado da mãe, Edulacira, e do pai, o também advogado João Zanotto. Para explicar o convite feito pelo governador Pinho Moreira, o ardoroso rotariano Adriano Zanotto usou uma metáfora futebolística. “Em geral, troca-se de técnico quando o time está perdendo ou não desempenhando bem”, disse. “Mas também em muitos casos troca-se de técnico porque o atual treinador está tão bem, mas tão bem… que precisa ser liberado para alçar novos voos e assumir novos desafios, que é o caso atual da CASAN”.

Zanotto substitui na Presidência da empresa ao engenheiro Valter José Gallina, que deixa o cargo para concorrer a uma vaga na Assembleia Legislativa. Gallina ingressou em 2011 na Companhia como diretor de Operação e Meio Ambiente, sendo alçado à Presidência em abril de 2014.

Em quatro anos como líder da empresa, Gallina e equipe mudaram a imagem da Companhia, que hoje é respeitada pela opinião pública catarinense e reconhecida pelas respostas ágeis e eficientes. As ampliações e obras nos sistemas de água deixaram no passado o costumeiro desabastecimento que marcou regiões e tatuou a Companhia nas quatro primeiras décadas.

Quando Gallina ingressou como diretor, há sete anos, o Estado ocupava a indesejada 23ª posição no ranking nacional de cobertura de esgoto. Hoje a CASAN ocupa a 13ª posição neste ranking, mas com investimentos na ordem de R$ 1,6 bilhão em mais de 30 municípios – a maioria já em obras -, o Estado deve alcançar as primeiras posições até o final de 2019. “Nunca deixei de lado o pedido expresso dos governadores Colombo e Pinho Moreira, que ao me convidarem para assumir a CASAN colocaram como condição indispensável melhorar os indicadores de saneamento do Estado”, lembrou o engenheiro Gallina.

Gerência de Comunicação Social da CASAN

One Comment

Leave a Reply
  1. Só questão de ser torcedor do maior do estado – FIGUEIRENSE FUTEBOL CLUBE, o mais vezes campeão, já da pra ver que é gente boa. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Vieram para trabalhar na Colheita mas resolveram roubar na Prefeitura de São Joaquim

PREVISÃO DO TEMPO NOS DIAS 10 A 13 DE ABRIL DE 2018 E TENDÊNCIA PARA O OUTONO/MEADOS DO INVERNO 2018.