Primeira-dama do Estado entrega homenagem ao trabalho de catarinenses no Programa Pátria Voluntária

Foto: Ricardo Wolffenbüttel / Secom

Em cerimônia na Casa d’Agronômica nesta sexta-feira, 27, a primeira-dama do Estado, Késia Martins da Silva, entregou homenagens aos voluntários e entidades pela atuação de destaque no programa Pátria Voluntária, no ano de 2020. O projeto, de âmbito nacional, é liderado pela primeira-dama do Brasil, Michelle Bolsonaro. Ao todo, nove participantes foram premiados com troféus e reconhecidos com o título de amigos do Programa.

Inspiração foi a palavra que a primeira-dama, Késia Martins da Silva, dirigiu aos homenageados para agradecer pelo trabalho voluntário. Ela também destacou a oportunidade de conhecer e estimular a adesão dos catarinenses ao programa nacional. “Eu sempre fui envolvida com a causa, mas, o Pátria Voluntária me apresentou a grandeza do Terceiro Setor em Santa Catarina e o compromisso de pensar em políticas públicas para desenvolver cada vez mais”, frisa Késia.

De acordo com representantes das entidades que participaram do Programa, o trabalho voluntário está presente nas mais diversas iniciativas e é fundamental. A diretora do Hemosc, Maria Daniela, conta que durante o período de pandemia a instituição enfrentou dificuldades e graças à contribuição espontânea de muitas pessoas e profissionais foi possível manter o atendimento e os estoques. “Somos uma espécie de retaguarda da linha de frente de combate à pandemia e o nosso trabalho tem seguido firme, com o apoio e esforço de muita gente. Isso é gratificante”, enaltece.

Cada instituição indicou três pessoas para receberem a homenagem. O presidente da Avoc, associação que trabalha dentro do Cepon e ajuda pacientes com câncer, lembra que a participação no programa atraiu voluntários que até hoje permanecem contribuindo. “Isso reflete em melhor atendimento aos pacientes e este é o nosso principal objetivo”, destaca Mário Honorato. Ele acrescenta que o reconhecimento também ajuda a divulgar a iniciativa.

O incentivo por meio da homenagem é destacado por Iva Roza, do grupo Dorcas. Ela diz que “o voluntário é espontâneo, não faz por reconhecimento, mas a sensibilidade desse gesto demonstra uma percepção por parte do poder público da importância do nosso trabalho”. Para Roza, a homenagem motiva a continuar, a fazer mais e melhor.

Os homenageados

Foram homenageados os participantes: Iva Roza, Josué Cipriano e Marisa Schmoeller, da Dorcas; Claudia Amendola, Elenir Vieira e Christina Boabaid, da Avoc/Cepon; e pelo Hemosc, Fabiano Coelho, Paulo Roberto Pizzini e Lucas Lemos da Silva.

Por Francieli Dalpiaz 
Assessoria de Imprensa Secretaria de Estado de Comunicação – Secom

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.