Instituto Butantan suspende produção da Coronavac

Divulgação

O Instituto Butantan suspendeu a produção da Coronavac, a vacina contra Covid-19 elaborada pela farmacêutica chinesa Sinovac e a primeira a ser aplicada no Brasil. Por causa da falta de demanda por novos lotes, o imunizante não é produzido no Brasil desde outubro de 2021, e não há previsão de retomada. A informação é do portal UOL.

A Coronavac nunca chegou a receber registro de uso definitivo, e acabou sendo preterida no ano passado por outras três vacinas registradas pela Anvisa: as da Pfizer, da AstraZeneca e da Janssen. No ano passado, ela foi o centro de uma troca de farpas entre o presidente Jair Bolsonaro (PL) e João Doria (PSDB), ex-governador de São Paulo.

O nível de eficácia da Coronavac ainda é alvo de estudos, mas já há evidências robustas de que ela tem menos capacidade de evitar as complicações do coronavírus do que outras vacinas. Atualmente, ela tem sido usada no Brasil principalmente para a vacinação de crianças e adolescentes.

Fonte: Gazeta do Povo

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.