Três homens são condenados por matar adolescente de São José do Cerrito

Divulgação

Três réus foram a júri popular na comarca de Lages nesta quinta-feira (14), e condenados pelo Conselho de Sentença pela morte de um adolescente de 14 anos, em São José do Cerrito, na Serra. As penas somadas passam dos 42 anos de reclusão pelos crimes de homicídio triplamente qualificado, porte ilegal de arma de fogo e favorecimento pessoal. A sessão foi presidida pelo juiz Sérgio Luiz Junkes.

O assassinato ocorreu em 4 de janeiro de 2020, no interior do município, durante uma festa de som automotivo. Conforme narra a denúncia, o primo da vítima havia discutido com um dos denunciados, que se sentiu insatisfeito por ele estar embriagado e gritando. O desentendimento logo encerrou e cada um seguiu para lados opostos. Em seguida, o adolescente soube pelo grupo com quem estava o primo o que havia ocorrido e que a discussão fora encerrada.

Descontente com a situação envolvendo o parente, a vítima foi até o grupo onde estavam dois dos réus e atirou uma garrafa. O objeto atingiu um homem. Neste momento, passaram a agredir a vítima. Um dos denunciados sacou a arma e disparou três vezes na direção do menor. O outro réu também possuía uma arma e passou a atirar contra o adolescente. A vítima recebeu pelo menos 15 tiros.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.