in

As bolhas da paixão – Por Henrique Córdova

Por Henrique Córdova

Translúcidas, viajam para a inesperada explosão,
Como sequências de ânforas sentimentais plenas,
Que buscam um lugar seguro no humano coração,
Onde encontram pulsação de ritmadas cantilenas.

Na turbulência feroz de curta ou de longa duração,
Semeiam eternos beijos e efusivos abraços breves,
Invisíveis a olhos cerrados, levadas de forças leves,
Desfazem-se em murmúrios fortes na arrebentação.

Fecundam com violência o útero disponível à hora,
Esquecidas, na eternidade do momento, da criação
Que inicia nova passagem e no mundo comemora
A fugidia preeminência bela da primacial comoção.

Fenecem ardentes e, como viris astros cadentes,
Mergulham no horizonte com ares indiferentes,
Desaparecem como jamais tivessem existido ou
Existido apenas para testemunhar aquilo que sou.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

PREVISÃO DO TEMPO PARA OS DIAS 1 E 2 DE SETEMBRO DE 2019.

Promoções para o mês das Crianças é com os Supermercados, Pim Pão, Poko Preço Econômico