4 dicas para consumir açúcar de forma equilibrada

Nutricionista orienta para dar atenção ao consumo de alimentos ultraprocessados

Comer um docinho é gostoso, ainda mais quando o sabor nos remete a boas lembranças. Entretanto, é muito importante dar atenção à quantidade consumida, especialmente em relação às fontes alimentares. “O consumo excessivo de açúcar está relacionado com o surgimento das doenças crônicas não-transmissíveis, como obesidade e diabetes, e o exagero acontece principalmente pelo consumo de alimentos ultraprocessados, com alta quantidade de açúcar ‘escondido’, ou seja, refrigerantes e demais bebidas açucaradas, biscoitos, chocolates, balas e outras guloseimas”, alerta a nutricionista Mirela Christmann, que integra o Programa SUA Saúde, iniciativa da Fundação Celesc de Seguridade Social (CELOS) de incentivo à qualidade de vida e à promoção da medicina preventiva.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (IDEC), o Brasil é o 4º maior consumidor de açúcar no mundo. Em 2014, foram em torno de 12 milhões de toneladas consumidas. Além disso, os brasileiros consomem 16,3% de açúcar diariamente, quando a recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) é de até 10% das calorias consumidas em um dia. A recomendação da OMS engloba todo tipo de açúcar, desde aquele adicionado nas preparações culinárias ou bebidas até os alimentos.

A seguir, a nutricionista elenca 4 dicas para consumir açúcar de forma equilibrada no seu dia a dia conforme orientações da cartilha “O açúcar que você não vê”, do IDEC:

1- Leia os rótulos dos alimentos processados e ultraprocessados. Na lista de ingredientes, o açúcar poderá estar descrito de diversas formas diferentes: açúcar cristal/bruto/branco/refinado/mascavo/de confeiteiro, açúcar invertido, mel, melaço/melado, caldo de cana, glicose, glucose/glucose de milho, frutose, sacarose, dextrose, maltose, xarope de milho, xarope de malte, maltodextrina e néctar. Dê preferência para aqueles alimentos que não contenham ou que esses ingredientes estejam entre os últimos da lista. Lembre-se de que a lista de ingredientes é em ordem decrescente, ou seja, o primeiro ingrediente é aquele que mais está presente no alimento.

2- Reduza o consumo de açúcares aos poucos. Muitos fatores estão envolvidos na adaptação do paladar aos sabores. Por isso, retire aos poucos o açúcar adicionado ao café, chá ou sucos naturais, bem como os alimentos processados e ultraprocessados com grande quantidade de açúcar.

3- Adoçantes nem sempre são uma boa opção. Os adoçantes, por possuírem o sabor doce, poderão não contribuir com a diminuição do consumo de açúcares, pois você continuará estimulando seu paladar para esse sabor.

4- Sinta o sabor verdadeiro dos alimentos. Muitos alimentos in natura ou minimamente processados são doces por natureza e na medida certa, como as frutas e alguns legumes. Quando você aprende o verdadeiro sabor dos alimentos, a chance de consumir açúcar na medida adequada é maior.

Foto: Bruno Germany/Pixabay

Por Dina de Freitas

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.