Alargamento da praia de Balneário Camboriú chamou atenção neste domingo com a etapa de transporte da areia para orla

Foto Reprodução G1

Uma nova etapa dos trabalhos de alargamento da Praia Central de Balneário Camboriú, no Litoral Norte catarinense, começou na manhã deste domingo (22): a do transporte da areia até a orla. Isso foi possível por causa da chegada da draga, uma embarcação que retira o material do mar para que depois ele seja usado para aumentar a faixa de areia.

A obra de alargamento começou em março deste ano e tem previsão para ficar pronta em novembro. Ela é feita por um consórcio de duas empresas, a brasileira DTA Engenharia e a belga Jan De Nul, vencedor da licitação realizada pelo município. A obra vai custar R$ 67 milhões.

Atualmente, a Praia Central tem, em média, 25 metros de faixa de areia, conforme a prefeitura. Após a obra, esse número deve aumentar para 70 metros.

A draga chegou no final da manhã. A prefeitura explicou que ela retira areia de uma jazida, que fica a 15 quilômetros da costa, e a armazena em uma cisterna dentro da embarcação.

Depois, a draga faz o transporte da areia até 2,2 quilômetros da praia. Em seguida, os trabalhadores encaixam na embarcação a tubulação que foi colocada no mar para a obra, em etapa anterior (veja mais abaixo). Através desse tubo, a draga leva a areia da cisterna até a orla, junto com água do mar.

Ao final da tubulação, esse material chega à Praia Central. A água do mar escorre e máquinas moldam a areia de forma a fazer o alargamento.

O município explicou que o preenchimento da faixa de areia começou neste domingo em frente à Rua 3700 e será feito em direção à Barra Sul, em trechos que serão interditados ao acesso público.

Com informações G1

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.