Exportações de maçã começam 2022 em bom ritmo

Foto: Mycchel Legnaghi / São Joaquim Online

Apesar da menor produção brasileira de maçã, devido ao impacto do clima, as exportações da fruta fresca começaram o ano positivas. Em fevereiro, os embarques totalizaram 3,97 mil toneladas, quantidade 36% superior ao mesmo mês do ano passado, segundo a Secex. A receita em dólar foi de US$ 2,82 milhões (FOB), aumento de 27% na mesma comparação.

Segundo agentes consultados pelo Hortifruti/Cepea, o bom desempenho deve-se ao fato de os países asiáticos terem preferência pelo perfil de frutas médio-miúdas, que são predominantes na safra deste ano. Diante disso, as exportações para a Índia subiram 148% em fevereiro, frente ao mesmo mês de 2021, e as para Bangladesh aumentaram 51%.

Apesar deste incremento significativo nos primeiros meses do ano, as expectativas são de que as exportações de 2022 não fiquem muito acima das de 2021, devido ao menor volume colhido e ao conflito da Rússia com a Ucrânia. Como a Rússia é uma grande compradora da maçã brasileira (a terceira colocada no ranking dos principais destinos do ano passado), o Brasil tentará redirecionar cargas que iriam para lá para outros países.

Fonte: hfbrasil.org.br

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.