Produtoras são orientadas sobre como Cidasc pode beneficiar pequenas propriedades

Foto: Departamento Regional de São Joaquim

A médica veterinária Heloisa Alves Melo, responsável pela Defesa Sanitária Animal no Departamento Regional de São Joaquim, foi uma das palestrantes do evento Ação Mulher Rural na Serra Catarinense – Módulo II: Empreender é necessário. O encontro, realizado nesta quarta-feira, foi promovido pela Epagri, empresa ligada à Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca, assim como a Cidasc. 

Heloisa conversou com as produtoras rurais sobre as ações e serviços prestados pela Cidasc e como este trabalho pode ajudá-las a desenvolver a atividade rural.  A médica veterinária Beatriz Vieira Paes, da UVL de Urupema, acompanhou Heloisa Melo no evento.

A palestra abordou sanidade animal e também a inspeção sanitária de produtos de origem animal, que é obrigatória. Para a produção artesanal, bastante comum em propriedades familiares, uma boa alternativa é aderir ao Selo Arte, concedido pela Cidasc, que permite comercializar o produto em todo Brasil. Principalmente em municípios próximos às divisas estaduais, como é o caso de São Joaquim, ter o selo abre novas possibilidades de negócio. 

Quanto ao cuidado com a sanidade animal, a médica veterinária apresentou programas sanitários como o de controle da brucelose e tuberculose. “Destacamos não só a importância dos produtores rurais trabalharem junto com a Cidasc na vigilância para manter o status sanitário de Santa Catarina com também o impacto econômico negativo que uma doença pode trazer para diversas culturas, especialmente para as propriedades familiares”, explica Heloisa Alves Melo. 

Por outro lado, adotar cuidados preventivos traz impacto positivo. Um dos mais perceptíveis é a melhor remuneração do leite vindo de propriedades certificadas como livres de brucelose e tuberculose, uma das atividades realizadas pela Cidasc. Somente propriedades com esta certificação podem produzir queijos a partir do leite cru, caso do Queijo Serrano, produto típico da região. 

Por Denise De Rocchi
Assessoria de Comunicação – Cidasc

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.