PREVISÃO DO TEMPO PARA OS DIAS 30 e 1 DE JULHO DE 2020

PREVISÃO DO TEMPO PARA OS DIAS 30 e 1 DE JULHO DE 2020

https://www.meteorologistapiterscheuer.com/previsao-do-tempo

 

ABAIXO A PREVISÃO AGROMETEOROLÓGICA.

TERÇA-FEIRA

Sol e aumento de nuvens pela manhã com risco de temporais ao longo do dia……

https://www.meteorologistapiterscheuer.com/previsao-do-tempo

Temperatura em forte queda no fim da noite do Oeste a Serra, amena nas outras áreas. Tarde mais quente no Litoral e Nordeste de SC. Mínimas entre 4/7°C em alguns pontos do Topo da Serra (região de São Joaquim, Bom Jardim da Serra, Urubici, Painel e Urupema) no fim da noite.  Máximas variando entre 24/27°C em pontos do Leste e Nordeste do estado.

► Condições não favoráveis às atividades ao ar livre ao longo do período em boa parte de SC devido à chuva e ao vento. Intervalos mais aproveitáveis no Leste e Nordeste de SC sendo mais sensível as atividades ao ar livre em que o vento é limitante. Fazer um pente fino no terreno e retirar qualquer objeto que possa acumular água, combatendo o mosquito da dengue após a chuva.

► Em hortas comerciais volta a ter maior atenção com as doenças de clima frio nesta semana além de boa proteção contra a geada entre quinta a sábado. Para semeadura da cebola e plantio do alho; favorável. Para todas culturas de inverno é mais viável e tranquilo se tiver água a disposição para irrigação ao longo do ciclo. Atenção com o transplante no fumo ou outras culturas sensíveis ao frio, esta primeira quinzena de julho o frio poderá incomodar e muito nestas culturas com risco de geada com danos em vários pontos de SC. Bom para adubação orgânica em bananais e outras fruteiras.

► Volta a ter risco para as plantas ornamentais/tropicais com o frio que vem chegando a SC, muito cuidado e proteção contra o vento gelado e a geada que poderão ocorrer entre quarta a sábado, inclusive com geada negra (vento gelado) nas culturas tropicais.

► Na implantação de novo pomar ou reposição de mudas é muito importante manter as mudas com boa umidade.

► A estiagem traz prejuízos nas culturas fora de época e de época (confirmou o alerta dado em fins de janeiro e fevereiro). Já é a estiagem mais severa no Topo da Serra em 66 anos de dados (São Joaquim) no intervalo de junho de 2019 a junho de 2020.

► Condições de propagação do fogo; desfavorável pelos próximos 10 dias.

►Os efeitos da estiagem foram bem suavizados em junho com chuva mais significativa a bem forte em diversas áreas de SC, no momento mais crítico do Centro ao litoral do estado onde ainda precisa de muita chuva. Nesta primeira quinzena a chuva deve continuar ajudando nas áreas de pecuária leitura no pasto de inverno, semeadura da safra de inverno. Aproveitar o máximo para reservar a água em açudes e cisternas. A estiagem não acabou, apenas uma trégua (como aconteceu ano passado em alguns intervalos). Agora a chuva volta a suavizar o quadro, sem resolver de vez.

► Na fruticultura, no geral, a falta de água ainda prejudica os tratamentos (falta parcial ou total de água) de outono/inverno, mais no Topo da Serra. Bom o quadro na primeira quinzena de junho. Usar com muito bom senso a água. O frio está sendo muito bom neste outono/inverno com boas somas de horas de frio e unidades de frio, seguindo o previsto no fim do verão (outono inverno mais para frio). Nos próximos 15/20 dias excelente qualidade de frio para dormência nas fruteiras de clima temperado.

► Reservar mais água nos açudes, especialmente nas hortas comerciais em todo o estado. Reservar água para as culturas de inverno reformando e ampliando os açudes, fazer novos açudes (dentro da legislação) e aproveitar a água de telhados na propriedade (cisternas) obtendo ajuda da Epagri local. Aproveitar ao máximo a trégua na estiagem.

► Bom para fazer a poda (mais grosseira) de inverno em algumas fruteiras de clima temperado. O ideal é retardar o máximo possível a poda inverno/primavera das fruteiras de caroço e variedades precoces de videira (risco alto de geada na florada e frutificação). No caso das fruteiras de caroço recomendo deixar florescer e frutificar para depois fazer a poda. Derrubar as folhas das variedades de fruteiras de clima temperado (áreas mais baixas) que ainda estejam enfolhadas.

► Começando a ter florescimento precoce de frutas de caroço (variedades poucos exigente em frio), maior atenção com a geada em fins de junho e julho. Estar preparado para combater a geada nestas áreas em pouco tempo (fins de junho e primeira quinzena de julho). A partir de quinta de noite em diante não fica favorável a quebra de dormência em fruteiras pouco exigente em frio.

► Culturas de inverno sem irrigação terão problemas neste ciclo. Economizar o máximo possível quem tiver açudes para isto. Assim como reservar água para o combate a geada na época certa. No mês de junho o quadro será mais favorável às culturas da época, uma pequena trégua na estiagem, porém começa a secar nesta segunda quinzena.

► Atrasar o máximo possível o plantio da safra de trigo no Planalto Norte e região de Campos Novos, pois terá risco mais alto de geada na fase final da cultura (florescimento/enchimentos dos grãos). Risco de frio forte na semana que vem, portanto, atenção com as mudas de fumo. Também atenção com o maquinário agrícola.

► Evitar de deixar o pasto de inverno muito baixo (retém melhor a chuva para infiltração da água no perfil do solo).

► Rajadas muito fortes de vento entre terça e quarta-feira, atenção a rede elétrica e risco de danos estruturais em diversas cidades de SC. Evitar a navegação no mar aberto e ressaca nos próximos dias (evitar de deixar o barco na linha da maré).

► Seguir à risca o zoneamento agroclimático para o plantio da safra de inverno e próximo verão.

►ECONOMIZAR ÁGUA!

 

QUARTA-FEIRA

A frente fria se afasta e deixa para trás uma grande quantidade de ……

https://www.meteorologistapiterscheuer.com/previsao-do-tempo

Temperatura muito baixa na maior parte de SC com sensação térmica negativa ou perto de 0°C devido ao vento forte (picos inferiores a -5°C no topo da serra). Mais amena de tarde no Litoral e Baixo Vale do Itajaí.Mínimas entre -1/2°C em alguns pontos do Topo da Serra (região de São Joaquim, Bom Jardim da Serra, Urubici, Painel e Urupema) no fim da noite. Máximas variando entre 17/20°C em pontos do Litoral Norte.

► Condições não favoráveis às atividades ao ar livre ao longo do período em boa parte de SC devido à chuva, vento e frio. Intervalos mais aproveitáveis no Leste/Nordeste de SC. Fazer um pente fino no terreno e retirar qualquer objeto que possa acumular água, combatendo o mosquito da dengue após a chuva.

► Em hortas comerciais volta a ter maior atenção com as doenças de clima frio nesta semana além de boa proteção contra a geada entre quinta a sábado. Para semeadura da cebola e plantio do alho; favorável. Para todas culturas de inverno é mais viável e tranquilo se tiver água a disposição para irrigação ao longo do ciclo. Atenção com o transplante no fumo ou outras culturas sensíveis ao frio, esta primeira quinzena de julho o frio poderá incomodar e muito nestas culturas com risco de geada com danos em vários pontos de SC. Bom para adubação orgânica em bananais e outras fruteiras.

► Volta a ter risco para as plantas ornamentais/tropicais com o frio que vem chegando a SC, muito cuidado e proteção contra o vento gelado e a geada que poderão ocorrer entre quarta a sábado, inclusive com geada negra (vento gelado) nas culturas tropicais.

► Na implantação de novo pomar ou reposição de mudas é muito importante manter as mudas com boa umidade.

► A estiagem traz prejuízos nas culturas fora de época e de época (confirmou o alerta dado em fins de janeiro e fevereiro). Já é a estiagem mais severa no Topo da Serra em 66 anos de dados (São Joaquim) no intervalo de junho de 2019 a junho de 2020.

► Condições de propagação do fogo; desfavorável pelos próximos 10 dias.

►Os efeitos da estiagem foram bem suavizados em junho com chuva mais significativa a bem forte em diversas áreas de SC, no momento mais crítico do Centro ao litoral do estado onde ainda precisa de muita chuva. Nesta primeira quinzena a chuva deve continuar ajudando nas áreas de pecuária leitura no pasto de inverno, semeadura da safra de inverno. Aproveitar o máximo para reservar a água em açudes e cisternas. A estiagem não acabou, apenas uma trégua (como aconteceu ano passado em alguns intervalos). Agora a chuva volta a suavizar o quadro, sem resolver de vez.

► Na fruticultura, no geral, a falta de água ainda prejudica os tratamentos (falta parcial ou total de água) de outono/inverno, mais no Topo da Serra. Bom o quadro na primeira quinzena de junho. Usar com muito bom senso a água. O frio está sendo muito bom neste outono/inverno com boas somas de horas de frio e unidades de frio, seguindo o previsto no fim do verão (outono inverno mais para frio). Nos próximos 15/20 dias excelente qualidade de frio para dormência nas fruteiras de clima temperado.

► Reservar mais água nos açudes, especialmente nas hortas comerciais em todo o estado. Reservar água para as culturas de inverno reformando e ampliando os açudes, fazer novos açudes (dentro da legislação) e aproveitar a água de telhados na propriedade (cisternas) obtendo ajuda da Epagri local. Aproveitar ao máximo a trégua na estiagem.

► Bom para fazer a poda (mais grosseira) de inverno em algumas fruteiras de clima temperado. O ideal é retardar o máximo possível a poda inverno/primavera das fruteiras de caroço e variedades precoces de videira (risco alto de geada na florada e frutificação). No caso das fruteiras de caroço recomendo deixar florescer e frutificar para depois fazer a poda. Derrubar as folhas das variedades de fruteiras de clima temperado (áreas mais baixas) que ainda estejam enfolhadas.

► Começando a ter florescimento precoce de frutas de caroço (variedades poucos exigente em frio), maior atenção com a geada em fins de junho e julho. Estar preparado para combater a geada nestas áreas em pouco tempo (fins de junho e primeira quinzena de julho). A partir de quinta de noite em diante não fica favorável a quebra de dormência em fruteiras pouco exigente em frio.

► Culturas de inverno sem irrigação terão problemas neste ciclo. Economizar o máximo possível quem tiver açudes para isto. Assim como reservar água para o combate a geada na época certa. No mês de junho o quadro será mais favorável às culturas da época, uma pequena trégua na estiagem, porém começa a secar nesta segunda quinzena.

► Atrasar o máximo possível o plantio da safra de trigo no Planalto Norte e região de Campos Novos, pois terá risco mais alto de geada na fase final da cultura (florescimento/enchimentos dos grãos). Risco de frio forte na semana que vem, portanto, atenção com as mudas de fumo. Também atenção com o maquinário agrícola.

► Evitar de deixar o pasto de inverno muito baixo (retém melhor a chuva para infiltração da água no perfil do solo).

► Rajadas muito fortes de vento entre terça e quarta-feira, atenção a rede elétrica e risco de danos estruturais em diversas cidades de SC. Evitar a navegação no mar aberto e ressaca nos próximos dias (evitar de deixar o barco na linha da maré).

► Seguir à risca o zoneamento agroclimático para o plantio da safra de inverno e próximo verão.

►ECONOMIZAR ÁGUA!

 

AVISO METEOROLÓGICO

RESUMO: Na segunda-feira volta a chover ao longo do dia em SC.  Na terça-feira passa uma frente fria associada a um centro de baixa pressão (ciclone extratropical) provocando temporais e principalmente ventania com acentuada queda na temperatura à noite. Quarta, quinta, sexta e sábado muito frio em todo o estado por conta de uma intensa massa de ar polar.

 

RISCO DE TEMPORAIS NA TERÇA-FEIRA!!!

 

Terça-feira (30/06): O ingresso de uma frente fria em combinação com o fluxo de ar quente e úmido proveniente da região Amazônica e a formação de um centro de baixa pressão (ciclone extratropical) possibilitam na manutenção de áreas de instabilidades (nuvens carregadas), propagando pancadas de chuva com trovoadas (raios) e risco de temporais isolados no Oeste, Meio Oeste, Planalto Sul e Litoral Sul no decorrer do dia com menor chance nas outras regiões. Risco de tempestades (chuva forte, raios, granizo e ventania com danos – acima de 80/100 km/h). Entre o Planalto Norte, Litoral Norte, Vale do Itajaí e Grande Florianópolis, segue com sol e intervalos de muitas nuvens com chuva e trovoada entre a tarde e noite.  Esquenta no Litoral e Vale do Itajaí em parte da tarde. Queda bem brusca da temperatura à noite. Vento de nordeste/noroeste pela manhã passando a tarde e noite para o quadrante oeste a sudoeste com intensidade moderada a forte e com rajadas acima dos 80/100 km/h (muita atenção ao topo da Serra onde as rajadas ficam acima dos 100/120 km. Risco alto de danos na rede elétrica em várias áreas de SC, especialmente no Oeste/Serra.

 

Quarta-feira (01/07): Persiste a condição de vento moderado a forte de oeste/sudoeste do Centro ao Litoral com rajadas acima dos 80 km. Maior atenção ao Topo da Serra e Costão da Serra no Litoral Sul e áreas próximas e topo da Grande Florianópolis onde as rajadas poderão passar dos 100 km (pontuais acima dos 120 km nas áreas mais elevadas da Serra). Risco alto de danos devido a ventania nestas áreas em especial a rede elétrica.

 

Não convém a navegação entre terça a sábado devido à forte agitação marítima e intenso vento no alto mar.

FRIO INTENSO DE QUARTA-FEIRA A SÁBADO!

 

Quarta e quinta e sexta-feira (01, 02 e 03/06): Uma massa de ar polar (centro de alta pressão) favorece muito frio em todo o estado com destaque para os setores do Oeste a Serra onde segue nublado com possibilidade de chuva leve/garoa isolada e temperaturas máximas muito baixas do Oeste aos Planaltos, pontos altos do Vale do Itajaí e topo da Grande Fpolis com marca de 7/11ºC (na Serra bem mais frio 2/5ºC).  Há possibilidade de neve e chuva congelada isolada entre a tarde/noite do dia 2 e madrugada do dia 3 (quinta e sexta-feira) no Topo da Serra acima dos 1300 m, remota possibilidade na quarta e nas áreas mais altas. No Litoral e boa parte do Vale do Itajaí as tardes serão frias mas bem mais “agradáveis” que no interior de SC. Formação de geada na sexta-feira entre as regiões do Oeste, Meio Oeste, Planaltos e isoladamente no Litoral e Vale do Itajaí. Sensação térmica negativa (próximo e inferior a 0ºC) na maior parte do período, sendo mais extremada no Topo da Serra.

 

Entre quarta a sexta teremos condições de geada negra do Oeste aos Planaltos e partes mais altas do Vale do Itajaí e Topo da Grande Florianópolis (dano maior em variedades tropicais).

 

Sábado (04/06): Geada ampla (menos o Litoral Norte e Baixo Vale do Itajaí) entre a madrugada e início da manhã. Chuva no decorrer da tarde por conta de uma nova área de baixa pressão.

 

Piter Scheuer e Ronaldo Coutinho

 

Litoral Sul: Criciúma, Tubarão, Urussanga, Araranguá.

*Nordeste: (Planalto Norte, Vale do Itajaí e Litoral Norte): Mafra, Rio do Sul, Joinville, Itajaí.

Litoral Central ou Grande Fpolis; Florianópolis.

**Faixa Leste; Leste do Planalto Norte, Médio e Baixo Vale do Itajaí, Grande Fpolis, Borda da Serra Geral e Litoral; Blumenau, Rio Negrinho, Joinville, Itajaí, Floripa, Criciúma.

Planalto Sul: Lages, Campos Novos, S.Joaquim, B.Retiro.

Meio Oeste/Centro: Fraiburgo, Curitibanos, Lebon Régis, Videira, Caçador, Joaçaba.

Oeste: Chapecó, Concórdia, Xanxerê, Ponte Serrada, Irani.

Extremo Oeste: São Miguel do Oeste, Itapiranga, Maravilha.

Geadas (dias) em 2020/Topo da Serra/SC

1 Janeiro

3 Fevereiro

1 março

19 abril

21 maio

15 junho

0 julho

0 agosto

0 setembro

0 outubro

0 novembro

0 dezembro

 

2020; 60 dias/geada e 39 dias com marcas negativas em SC

 

0 DIAS COM NEVE

Curiosidade; dias com geada, 135 dias /2016, 123 dias/2010 e 120 dias/2017 E 106 dias/2018 (todos os meses com geada).

 

DADOS DA SERRA E DE SC, 29/6/2020

Extremas de SC registrados ontem. 28/6/2020 e hoje, 29/6/2020.

MÁXIMA, ONTEM; 11,9°C/ 20,8°C EM ANCHIETA/EPAGRI

MÁXIMA, HOJE; 13,2°C/ 19,5°C EM S.JOÃO DO ITAPERIÚ/EPAGRI

MÍNIMA ONTEM; -0,1°C/ 11,8°C EM URUPEMA/EPAGRI

HOJE; -3,8°C/ 13,4°C EM B.JARDIM/F.KEISER

CAPITAL/INMET HOJE; 12,0°C/ 19,4°C

CAPITAL/EPAGRI HOJE; 10,4°C/ 19,0°C

CAPITAL/NORTE DA ILHA/EPAGRI; 9,5°C/ 18,6°C

SANTO ANTÔNIO/CACHOEIRA/PARTICULAR; 11,5°C/ 18,3°C

FLORIANÓPOLIS/SERTÃO DO RIBEIRÃO/TOMÁS W. RUAS; 8,3°C/ 17,9°C

RATONES/CHEIRO VERDE ORGÂNICO; –°C/ –°C

UFSC/RESSACADA; 9,3°C/ 19,0°C

UFSC; 11,2°C/ 19,0°C

MAFRA/EPAGRI; 6,4°C/16,8°C

CHAPECÓ/INMET; 9,2°C/14,7°C

CHAPECÓ/PITER SCHEUER; 7,4°C/13,2°C

S.JOAQUIM/CLIMATERRA; 2,1°C/10,8°C

S.JOAQUIM/A MÍN. MAIS BAIXA; -3,0°C/10,5°C/STO ANTÃO/G.HUGEN 

 

EXTREMOS POR REGIÃO/SC DIA 29/6/2020

 

EXTREMO OESTE E OESTE; 6,1°C VARGEM BONITA/F.K E 18,4°C EM ANCHIETA*

MEIO OESTE; 5,9°C TANGARÁ* E 15,4°C VIDEIRA*

CENTRO; 0,0°C FRAIBURGO/F.K E 14,5°C BRUNÓPOLIS*

PLANALTO SUL/SERRA; -3,8°C B.JARDIM/F.K E 13,9°C VARGEM*

TOPO DA SERRA >1200 m; -3,8°C B.JARDIM/F.K E 13,5°C B.JARDIM*

LITORAL SUL; 5,5°C TUBARÃO* E 19,1°C EM GRAVATAL*

GRANDE FLORIANÓPOLIS; 8,3°C FLORIANÓPOLIS/T.RUAS E 19,4°C FLORIANÓPOLIS/INMET

GRANDE FLORIANÓPOLIS/SERRA; 7,6°C RANCHO QUEIMADO* E 15,4°C ALFREDO WAGNER*

LITORAL NORTE; 10,8°C CORUPÁ* E 19,5°C S.JOÃO DO ITAPERIÚ*

VALE DO ITAJAÍ; 7,4°C RIO DO CAMPO/INMET E 19,4°C LUIZ ALVES*

PLANALTO NORTE; 5,9°C GARUVA/SERRA/DSOARES E 17,9°C CANOINHAS*

     *EPAGRI

OBS;

EM 2016; 135 DIAS (RECORDE) COM GEADA NO TOPO DA SERRA (85 DIAS SÓ NO PÁTIO DA CLIMATERRA), 8 DIAS COM NEVE E 7 COM SINCELO.  TEVE 68 DIAS COM MÍNIMAS NEGATIVAS NO TOPO DA SERRA E 70 DIAS EM SC. NA CLIMATERRA TIVEMOS 25 DIAS COM MÍNIMA NEGATIVA, RECORDE ERA EM 2013/2000 COM 22 DIAS.

2019 COM 40 DIAS COM MIN. NEGATIVAS.

2020 COM 39 DIAS COM MIN. NEGATIVAS.

 

SÃO JOAQUIM;

NA TERÇA-FEIRA

NASCER DO SOL; 07h: 12
PÔR DO SOL; 17h: 34

 

http://twitter.com/climaterra

http://estacoes.forcontrol.com.br/ (temperatura em diversas cidades do Brasil)

https://www.facebook.com/pages/Climaterra-Meteorologia-e-Agronomia/619930311412125

 

► Piter Scheuer – Meteorologista – CREA/SC 154169-9

► Ronaldo Coutinho – Engenheiro Agrônomo – CREA/SC nº 26.681-3

►CLIMATERRA

 

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.