in ,

Conheça o Artista circense “Godoy” que vivia nas ruas e conquistou o mundo participando do Cirque du Soleil no Globo da Morte

O Artista circense Fernando dos Santos Godoy, nascido em Lages SC, foi ainda pequeno para São Joaquim, sua cidade natal de “coração”, ele relata para a coluna DellaRosa a sua história inspiradora de vida, onde estudou  em São Joaquim e muito novo saiu da casa de seus pais e foi morar nas ruas da gélida cidade na Serra Catarinense, chegou a passar muito frio e fome, mas sempre lutando pelo melhor, e com quase 17 anos, ele se descobriu como artista através do circo teatro Bolinha que estava fazendo apresentações na cidade de São Joaquim, e foi ai que ele descobriu seu dom, sendo que o mundo mágico do circo sempre encantou o garoto, que entrou com êxito no universo circense, fazendo sucesso mundo afora. Sempre impressionando em suas performances, arrancando aplausos e sorrisos de adultos e crianças com seu dom e amor á arte, ele que já se apresentou em países como Uruguai, Argentina, Chile e Espanha. Ao perguntar por quais aspectos que ele se sente mais agradecido, ele responde: que por ter se tornado um grande homem sem nunca ter precisado usar drogas ou fazer o mal, uma pessoa do bem, da paz, mesmo com todas as dificuldades que passou pela vida, relata o artista.

Godoy que sonha poder ensinar a arte circense para garotos com uma origem muito parecida com a sua, em sua cidade de coração em São Joaquim, pois para ele a Arte como transformação social. “Através da arte começou a perceber a força que a arte tem para despertar consciências, promover a inclusão social e colaborar para um mundo mais justo”, relata Godoy. “Encontrou o seu caminho. Esse equilíbrio entre estar nos grandes palcos do mundo e estar perto dos amigos, em sua cidade que adotou de coração: São Joaquim, e mesmo fora do palco por onde ele passa demonstra simpatia, alegria, bondada, humildade e abraça as pessoas, isto é sempre visível no olhos dele que brilham transbordando de amor e gratidão á vida, Ao perguntar sobre sua lembraça mais valiosa na infância e após adulto, ele conta que quando era criança se lembra com carinho de  andar de bicicleta sempre buscando novos obstáculos, e quando adulto a lembrança mais valiosa que guarda no coração foi o seu primeiro espetáculo no Cirque du Soleil.

Um momento que marcou sua vida: 

Godoy: Quando recebi meu primeiro aplauso no Globo da morte em 6 de janeiro de 2007.

Sua maior Qualidade:

Godoy: ser humilde acima de tudo e tentar ajudar as pessoas. 

Como define a sua personalidade:

Godoy: Genioso tem que ser tudo conforme eu quero, tudo nos mínimos detalhes, não admito erros tento a cada dia ser melhor.

O que te faz rir: 

Godoy: A alegria de ver as pessoas sorrindo de mim , da minha “arte”. Encher os olhos das pessoas c lagrimas de emoção e alegria. 

 

E Godoy planeja para 2020 um lindo espetáculo em sua cidade de coração!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Algumas atitudes que se deve evitar para não se tornar o “mala” da academia

Galeria de Arte da Villa Francioni expõe obras de Guido Heuer